Semel recebe visita do secretário de esporte de Xinguara e comissão esportiva

Projetos esportivos de Parauapebas são referência para outros municípios
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
(Foto: Divulgação/Semel)

Continua depois da publicidade

Integrantes da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer do município de Xinguara estiveram visitando Parauapebas em busca de referências para projetos e construções esportivas que atendam a população xinguarense. A comissão técnica – composta pelo secretário de esporte de Xinguara, Gleivan da Silva Freitas; Nanim Moto Show, coordenador de esporte; Nilton Abreu, presidente da Liga Esportiva de Xinguara; Dayane Franjunha, coordenadora de esporte feminino; e Júnior Cabeleira, diretor de arbitragem – foi recebida pelo secretário de Esporte e Lazer de Parauapebas, Leandro Gambeta. 

“Estou surpreso pela visita. É gratificante saber que estamos sendo observados. Infelizmente, por causa da pandemia, muitos projetos ainda não puderam acontecer, mas saber que nossa escolinha, nossos campos, campeonatos e o método de trabalho se tornaram um modelo para outros municípios da região sul e sudeste paraense, isso mostra que existe compromisso com a sociedade, e o sucesso se deve às metodologias usada pela Prefeitura de Parauapebas, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer [Semel],” declarou Gambeta. 

Segundo Gleivan, Xinguara vem desenvolvendo alguns trabalhos nas modalidades de futsal, vôlei e futebol, além de outras que passarão por reformulações, como é o caso do motocross, campeonato de pesca, jet-ski, futsal, futevôlei e handebol. De acordo com o secretário, a população quer mais – a capoeira e bicicross estão nos planos por lá. 

“Parauapebas é uma referência nacional. A gente sempre ouve falar das grandes competições promovidas aqui, dos atletas com títulos mundiais, os projetos das escolinhas. Embora nós também tenhamos, precisamos oferecer algo a mais para o povo de Xinguara, por isso trouxe todos os responsáveis pelo esporte da minha cidade para verem de perto como funciona aqui,” pontuou. 

Um dos locais visitados pela comitiva técnica foi o Ginásio Poliesportivo e o Complexo Esportivo do Bairro Rio Verde. Ali, foram recebidos pelo secretário adjunto, Jorge Guerreiro, a coordenadora do Complexo Esportivo, Marcia Chabab, e o coordenador geral de esporte da Semel, Dinho Marcos.

“Hoje nós temos professores capacitados para modalidades de rotina, e até para aquelas consideradas especiais, com as modalidades paralímpicas – inclusive temos o Thiego Marques, que foi aluno de judô da Semel e hoje está em fase de classificação para as Paralímpiadas de Tóquio,” comentou Dinho Marcos. “Na área de futebol, nossos campeonatos são organizados para atender os jogos de um modo geral. Zelamos pelos nossos campos, limpeza dos locais e estamos em momento de elaboração de mais projetos. Isso é gratificante”. 

Ainda de acordo com o coordenador, a Semel de Parauapebas pretende reformular alguns campeonatos ainda para esse ano, assim que os eventos esportivos forem liberados. Dois deles são a Copa Indígena Xikrin do Cateté e o Campeonato Rural. “Agradecemos a visita e se tudo der certo, os técnicos de Xinguara estão convidados para assistirem algumas competições,” declarou.

Por Cleidi Rodrigues
Publicidade