Semana Santa: Parauapebas pode receber Feira do Pescado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Esse ano, as Feiras do Pescado devem chegar a 50 municípios do interior do estado, conforme divulgado ontem (17) pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap). A meta é que sejam colocadas mais de 200 toneladas de peixes e derivados à venda nas Feiras do Pescado da capital e do interior.

IMG_6019

A fim de saber se Parauapebas receberá a ação, já que a feira é uma promoção do Governo do Estado, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca foi contatada na manhã desta quinta-feira (18). Por meio de nota, a assessoria de imprensa da Sedap informou que nos municípios do interior, a Secretaria atende à demanda das prefeituras interessadas em realizar as feiras. Ou seja, são os municípios que entram em contato com o órgão para obter o apoio.

“Ainda não temos a relação dos municípios onde haverá feiras no interior porque, normalmente, os ofícios das prefeituras chegam no período mais próximo da Semana Santa. Ainda não recebemos ofício de Parauapebas, mas a Sedap está pronta a apoiar a realização da feira no município, caso haja interesse. Basta, para tanto, que a Prefeitura Municipal encaminhe ofício solicitando o apoio”, destaca trecho da nota.

Algumas estratégias já foram discutidas entre os órgãos do setor para garantir o abastecimento de pescado durante o período da Semana Santa, evitando não só a escassez como também o aumento abusivo de preços. Dentre as medidas a serem adotadas estão à edição de decreto proibindo a saída do pescado paraense para outros estados, além do apoio à realização de feiras nos municípios do interior, nos dias 23 e 24 de março.

Parauapebas

Procurada, a Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror) não confirmou se a ação ocorrerá aqui, porém, informou que Parauapebas tem interesse em receber a Feira do Pescado. Caso a ação não venha para o município, as Cooperativas dos Feirantes estarão preparadas para atender a grande demanda por pescado no período da Semana Santa.

Foto: Anderson Souza