Paragominas: Prefeitura e Associação de Piscicultores distribuem 1.500 quilos de peixe assado à população

A inciativa visa estimular o consumo de pescado no município, que é o maior produtor de peixe em cativeiro no Pará. O consumo de peixe caiu após o registro de casos da doença da urina preta no estado
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
A ação distribuiu 1.500 quilos de peixe assado na brasa à população

Continua depois da publicidade

A Associação dos Piscicultores e Peixeiros de Paragominas, no sudeste do Pará, com o apoio da Prefeitura Municipal, realizou, neste domingo (19), a distribuição de 1.500 quilos de peixe assado na brasa à população. A ação foi realizada no Lago Verde e teve por objetivo estimular o consumo de pescado no município, que é o maior produtor de peixe em cativeiro do Pará.

A ação foi tomada após a queda no consumo de pescado na cidade, por conta do medo da população, em decorrência de casos da doença da urina preta registrados no estado. A doença é transmitida por consumo de peixe contaminado.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Paragominas, que participou da ação, não há risco da doença de Haff ou urina preta no município. De acordo com a secretaria, os peixes produzidos e vendidos nos mercados da cidade estão livres da enfermidade e a população pode consumir sem medo.

Casos da doença já foram registrados em municípios do Baixo Amazonas. A Prefeitura de Juriti chegou a proibir o consumo de algumas espécies, como tambaqui e pirapitinga, que estariam contaminadas com a doença.

Tina DeBord