SEGUP prende suposto mandante de assassinatos de integrantes do MAB

Foram assassinados na quinta (21), Dilma Ferreira, coordenadora regional do movimento em Tucuruí (PA), seu marido, Claudionor Costa da Silva, e Hilton Lopes, amigo do casal
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

A deputada Marinor Brito (PSOL) e o deputado Dirceu ten Caten (PT) estão, neste momento, em audiência como Uálame Machado, Secretário de Segurança Pública do Pará, para cobrar apuração e respostas rápidas que cheguem aos executores e mandantes do assassinato de Dilma Ferreira Silva, coordenadora regional em Tucuruí (PA), do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), na sexta-feira, 22.

Segundo Marinor, o titular da Segup, Uálame Machado, durante a reunião que ainda não acabou, anunciou a prisão do suposto mandante dos assassinatos de Dilma Ferreira, seu marido, Claudionor Costa da Silva e de Hilton Lopes, integrante do MAB. Trata-se de Fernando Ferreira Rosa Filho, também conhecido como “Fernando Chalon”, dono da fazenda no município de Baião, onde foram encontrados os corpos carbonizados.

Também participam de reunião: assessores do deputado Carlos Bordalo (PT), integrantes do MAB, SDDH, Pastoral da Terra, OAB/Sub-Seção de Cametá, Fetagri, MAM e o secretário -djunto de inteligência da Segup, André Costa.

Publicidade

Relacionados