Sedap capacita criadores de gado de Pau D’Arco e Rio Maria

A programação integra o conjunto de ações do plano estratégico de desenvolvimento das cadeias produtivas de origem animal no estado
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Criadores de gado de corte e de leite na Região de Integração do Araguaia, no sul do Pará, estão sendo capacitados na teoria e na prática desde a semana passada através do Curso de Inseminação Artificial, que é ministrado pela Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap). O objetivo da programação é a preparação e a formação dos criadores, visando à melhora do rebanho paraense. 

A capacitação iniciou no assentamento Guarantã, no município de Pau D’Arco, onde 14 produtores participaram da programação, que foi concluída no dia 3. De lá os técnicos da Seap seguiram para Rio Maria, onde o curso iniciou nesta quarta-feira (8) e será concluído no próximo sábado (11).

A capacitação ocorre na Vila Betel, a 50 quilômetros da sede do município e conta com a participação de 11 produtores. Nos dois municípios, a ação é desenvolvida em conjunto pela Coordenação de Produção Animal e a Regional de Redenção da Sedap.

Segundo o coordenador da unidade regional da Sedap, Paulo Henrique Cavalcanti, o aprendizado ofertado é de fundamental importância para o desenvolvimento da pecuária no estado. Ele observou que a região de Integração do Araguaia possui o maior rebanho do Pará.

“A partir da aplicação desta tecnologia, é possível obter animais com um maior potencial genético e consequentemente com uma maior produtividade”, enfatizou Cavalcanti.

De acordo com o coordenador de Produção Animal da Sedap, veterinário Ronnald Tavares, em Pau D’Arco, a maioria dos 14 alunos que participaram do curso era jovem. “Esse diferencial demonstra o interesse na área pelos mais novos”, destacou o coordenador.

Um dos jovens produtores que participaram da programação foi José Waldemar Filho. Ele ressaltou que se sente gratificado pela oportunidade e já tem planos de continuar a se qualificar. “Depois desse curso, pretendo fazer outro para me especializar mais ainda”, garante.

Segundo Ronnald Tavares, a Coordenação de Produção Animal tem recebido diversas solicitações para que a Sedap ministre esse mesmo conteúdo em outros municípios do estado. No período de 17 a 20 de agosto, a programação teve como sede o município de Marabá, na Regional de Integração de Carajás, e contou com a parceria da Regional da Sedap de Carajás.

O objetivo da capacitação, além de melhorar o rebanho, é melhorar a renda dos produtores nas áreas onde vivem.

Tina DeBord – com informações da Sedap