Santa Maria informa R$ 49 milhões para compra de sacolas e vassouras

Por desatenção, erro de digitação ou falha no sistema, prefeitura do sul do Pará que arrecada pouco mais de R$ 50 milhões enviou a TCM processo licitatório 160 vezes maior que realidade.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Um procedimento licitatório aparentemente simples, com custo previsto em R$ 307.272,15 para compra de materiais de limpeza, consumo e gêneros alimentícios, vai dar muito o que falar no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) se a Prefeitura de Santa Maria das Barreiras não correr para ajeitar a “matemática” que fez com que o processo caísse no mural de licitações no valor de absurdos R$ 49.321.708,65, conforme você pode visualizar aqui.

O Blog do Zé Dudu observou a intenção de compra e ficou curioso para saber como uma prefeitura que arrecadou R$ 58,31 milhões ao longo do ano passado quer comprometer 85% da receita corrente com a aquisição de 238 itens, como sacolas plásticas, vassouras, álcool e desinfetante. Se esse custo fosse verdade, faltaria dinheiro, inclusive, para pagar sete meses de salário aos servidores públicos municipais.

Como o Blog percebe de vez em quando pérolas e batatadas por parte dos governos no envio de informações ao TCM, o site resolveu calcular o valor dos itens expressos na licitação e concluiu que houve um equívoco milionário na declaração de informações ao TCM. A prefeitura, por seu turno, alega que a aquisição é necessária para atendimento das necessidades da Secretaria Municipal de Saúde. As propostas comerciais devem ser conferidas na próxima sexta (20).

Na mesma oportunidades, o governo local vai licitar materiais de consumo para a Secretaria Municipal de Assistência Social (veja aqui). Desta vez, sem surpresas no valor dos 293 itens que estão no pacote: R$ 1.355.938,00. E tem mais: nesse mesmo dia 20, o município de 21.500 habitantes vai conferir os envelopes de uma licitação de locação de veículos pesados no valor estimado de R$ 2.632.800,00 (veja aqui). Pelo visto, não falta o que fazer em Santa Maria das Barreiras, além da correção das informações equivocadas encaminhadas ao TCM.

Publicidade