Saiba quais são os produtos paraenses mais desejados lá fora

Das 10 principais commodities da cesta paraense em julho, metade são iguarias da indústria extrativa mineral; 2 das que mais crescem (soja e carne) estão relacionadas ao desmatamento
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Depois de levar um susto da soja, que ficou em 2º lugar no portfólio dos produtos paraenses mais exportados em junho, o minério de cobre produzido em Marabá e em Canaã dos Carajás voltou a ocupar a vice-liderança e pressionar o grão para a 3ª posição. Com 181,13 milhões de dólares embarcados em julho, o cobre ornamenta a pauta das exportações do Pará e só fica atrás do minério de ferro, líder absoluto com 2,269 bilhões transacionados.

As informações foram levantadas pelo Blog do Zé Dudu, que passeou pelos números da balança comercial, por estado, liberados pelo Ministério da Economia e referentes ao mês passado. O Blog apurou que o minério de ferro sozinho representa 77,9% das bugigangas que o Pará manda para fora e que os gringos adoram. Nada de muito novo, em se tratando do maior produtor de minério de ferro do país e que gera, também, o produto mais valioso do globo em razão do teor.

Diga-se de passagem, no caso do minério de ferro, os chineses são os compradores preferenciais. Sozinhos, eles demandaram 77,5% de toda a produção de minério oriunda das entranhas de Parauapebas, Canaã dos Carajás e Curionópolis, o trio de municípios que dividem pedaços de chão da famosa e lendária Serra dos Carajás. No segundo lugar, o pessoal da Malásia consumiu apenas 11,1% do minério produzido aqui.

Mas nem só de minério vive a balança comercial paraense. Embora dos dez principais produtos, metade seja artigo saído diretamente da indústria extrativa, o Pará apresenta vigoroso crescimento no embarque de carne e soja, duas iguarias com as quais o Brasil, entre polêmicas, notabiliza-se lá fora, já que, no entendimento de ambientalistas, para sustentar a produção dessas duas commodities, milhares de metros quadrados de floresta são derrubados todos os anos.

Confira quanto renderam em julho os produtos do Pará mais procurados pelo mercado internacional!

VEJA O FATURAMENTO (EM DÓLAR) DOS 10 PRODUTOR MAIS VALIOSOS

  • 1º) Minério de ferro — 2,269 bilhões
  • 2º) Minério de cobre — 181,13 milhões
  • 3º) Soja — 123,31 milhões
  • 4º) Hidróxido de alumínio — 88,95 milhões
  • 5º) Carne bovina — 59,72 milhões
  • 6º) Ouro — 37,88 milhões
  • 7º) Alumínio bruto — 31,66 milhões
  • 8º) Ferro-ligas — 24,93 milhões
  • 9º) Ferro fundido — 18,15 milhões
  • 10º) Minério de alumínio — 11,99 milhões