Remo perde para o Atlético (MG) no Mineirão e está eliminado da Copa do Brasil 2021

O Leão Azul chegou a empatar e perder um pênalti na etapa final, culminando com a derrota por 2 a 1
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Dioguinho do Remo não teve espaço em campo (Foto: Samara Miranda/Ascom Remo)

Continua depois da publicidade

No jogo de número 100 do Clube do Remo em toda a história da Copa do Brasil, o Leão Azul acabou eliminado da competição nacional. Atuando na noite desta quinta-feira (10), os azulinos voltaram a perder para o Atlético-MG, por 2 a 1, no Estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão, em Belo Horizonte. No agregado, o Galo fez 4 a 1 e avançou para as oitavas de final da competição nacional, além de faturar R$ 2.7 milhões de premiação.

O time atleticano abriu o marcador logo aos nove minutos do primeiro tempo, depois do escanteio pela esquerda, o zagueiro Réver subiu de cabeça e encobriu o goleiro Vinícius. O Clube do Remo chegou ao empate ainda na mesma etapa, quando, em uma bobeira da zaga atleticana, o zagueiro Romércio arriscou de fora da área e marcou um golaço, aos 44 minutos.

Logo de saída da etapa derradeira, o zagueiro Rafael Jansen cometeu um pênalti infantil em Réver, quando segurou o adversário de costas para o gol. O incrível Hulk cobrou e deslocou o goleiro Vinícius, aos seis minutos. O Leão Azul teve a chance de pelo menos empatar a partida, quando em uma bola na área mineira, acabou batendo no braço de Jair – a arbitragem não titubeou e marcou a penalidade. Felipe Gedoz cobrou e o goleiro Everson defendeu, aos 30 minutos.

Após a eliminação na Copa do Brasil, o Clube do Remo volta as atenções para o Campeonato Brasileiro da Série B, onde enfrenta o Botafogo (RJ), no próximo domingo (13), às 16h, no Estádio General Sylvio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. A partida será válida pela terceira rodada da competição nacional. 

O jogo: Deu Galo, Leão eliminado!

O Atlético-MG abriu o placar logo aos nove minutos. Hyoran cobrou escanteio da esquerda no primeiro pau para a cabeçada de Réver, a bola encobriu o goleiro Vinícius, 1 a 0. Logo depois, a defesa do Remo fez lambança e Dodô ficou com a bola, chutando forte para a grande defesa de Vinícius, que espalmou para escanteio. O Leão Azul chegou na cobrança, o zagueiro Rafael Jansen subiu de cabeça para a boa defesa do goleiro Everson. 

O Galo deu o troco com Nacho, que mandou um chutaço de fora da área; o goleiro Vinícius fez grande defesa, salvando o time azulino do segundo gol. Minutos depois, Keno recebeu passe sozinho e chutou, a bola bateu na trave do goleiro Vinícius. Em mais uma tentativa mineira, Keno rolou para Hulk, a zaga do Remo cortou e a bola bateu na trave. 

Só dava Galo, que botou pressão. Dodô fez boa jogada e cruzou para Nacho, que cabeceou e pela terceira vez a bola bateu na trave remista. Em uma bobeira da zaga atleticana, Romércio pegou a sobra e mandou um chutaço de fora da área, marcando um golaço no Mineirão, aos 44 minutos, 1 a 1. No segundo tempo, Nacho cobrou falta na grande área azulina, Rafael Jansen agarrou Réver dentro da área e o árbitro marcou pênalti.

O atacante Hulk cobrou e deslocou o goleiro Vinícius, aos seis minutos, 2 a 1 Galo. O Atlético quase ampliou quando Nacho deu passe milimétrico para Dodô, que na hora de finalizar foi travado pelo zagueiro Romércio. Minutos depois, a bola foi para área atleticana e Jair acabou tocando com o braço dentro da área – pênalti foi assinalado para o Leão.

Felipe Gedoz cobrou e o goleiro Everson defendeu. Que chance de ouro perdeu o time azulino, aos 30 minutos. O time mineiro, que não tem nada com isso, quase ampliou depois que Nathan tocou para Sávio, que de frente chutou por cima da meta do goleiro Vinícius. Já na reta final, Jair tabelou com Eduardo Sacha e chutou, a bola bateu na rede pelo lado de fora. Placar final: Atlético-MG 2 x 1 Remo.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG: Everson; Mariano, Gabriel, Réver e Dodô; Allan (Jair), Tchê Tchê e Nacho (Sávio); Hyoran (Nathan), Keno (Marrony) e Hulk (Eduardo Sacha).
Técnico: Cuca

REMO: Vinícius; Thiago Ennes (Wellington Silva), Romércio, Rafael Jansen e Igor (Marlon); Anderson Uchôa (Arthur), Lucas Siqueira e Felipe Gedoz; Jefferson (Gabriel Lima), Dioguinho e Renan Gorne (Edson Cariús).
Técnico: Paulo Bonamigo 

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO) 

Assistentes 1: Cristhian Passos Sorence (GO) 

Assistente 2: Leone Carvalho Rocha (GO) 

Quarto árbitro: Antônio Márcio Teixeira da Silva (MG)

Gols: Réver, de cabeça, aos nove minutos do primeiro tempo para o Atlético-MG; Romércio, aos 44 minutos do primeiro tempo para o Remo; Hulk, de pênalti, aos seis minutos do segundo tempo para o Atlético-MG

Local: Estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão, em Belo Horizonte 

Por Fábio Relvas
Publicidade