Quatro prefeitos da Região do Lago de Tucuruí não querem mais o lockdown

Os gestores de Goianésia, Breu Branco, Novo Repartimento em Jacundá, que haviam concordado com o bloqueio total em seus municípios, recuaram na decisão
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o prefeito de Novo Repartimento, Deusivaldo Silva Pimentel, conhecido como “Amizade”, diz que não pretende mais implantar o lockdown. A decisão foi anunciada após reunião com representantes do Legislativo, Polícia Militar e comerciantes, que avaliaram não ser ainda o momento ideal para declarar um lockdown no município. Do mesmo raciocínio comunga o prefeito de Goianésia do Pará, Ribamar Lima, que publicou vídeo se declarando contra o fechamento total do comércio.

Representantes de Jacundá sinalizaram favoráveis ao lockdown durante reunião de domingo. No entanto, depois, por intermédio de um vereador local, o prefeito Ismael Barbosa se manifestou contrário à ideia. Enquanto Francisco Garcês da Costa, prefeito de Breu Branco, se manifestou contrário à implantação da medida restritiva ainda durante a reunião de domingo, quando disse que, se a maioria aprovasse, ele adotaria o lockdown em seu município.

A reunião, que aconteceu por intermédio do prefeito de Tucuruí, Artur Brito, com gestores da Região do Lago, representantes do Ministério Público Estadual (MP) e Comitês de Crise, apoiou o bloqueio total (lockdown) como medida mais rígida para conter a proliferação do novo coronavírus (covid-19) no município. O pedido foi encaminhado ao governador Hélder Barbalho. Ainda não há resposta do governo do estadual.

(Antonio Barroso)

Publicidade