Programa TCE Cidadão realizado em Parauapebas

Com a parceria da Unisa, foi possível disseminar informações sobre o Tribunal de Contas do Estado e estimular a sociedade a contribuir com a transparência dos gastos públicos
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A noite da ultima sexta-feira (20) foi marcada pela difusão do conhecimento para estimular a cidadania. Pela primeira vez, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) esteve presente na cidade com o projeto TCE Cidadão. O objetivo foi disseminar informações sobre o trabalho daquela corte de contas e despertar no cidadão a vontade de contribuir para a maior transparência dos processos públicos. Alexandre Melo, auditor de Controle Externo da Unidade Regional do TCE em Marabá, esteve em Parauapebas com a missão de orientar a sociedade sobre a importância de acompanhar as despesas públicas.

“Queremos mostrar à sociedade a importância dela no controle social dos gastos públicos junto com os tribunais de contas, em especial o do Estado”, disse ele, ressaltando que, por meio desse projeto, o TCE vem conseguindo alcançar resultados muito positivos. “Já registramos um aumento significativo no número de denúncias por meio da Ouvidoria, que é o nosso canal de comunicação com os cidadãos”, destaca.

O Programa TCE Cidadão foi idealizado pelo conselheiro Nelson Chaves e criado em 2011. Até o ano passado foi desenvolvido em mais de 400 escolas públicas no Pará, levando conhecimento a cerca de 10 mil alunos do Ensino Médio. Mas, esses números foram ultrapassados devido ao trabalho já realizado em 2018.

TCE cidadão (5)

As atividades do TCE foram ampliadas e hoje o Tribunal de Contas possui duas Unidades Regionais, além do órgão central em Belém: uma Santarém e outra em Marabá. Este última responsável pelo atendimento de 37 municípios do sudeste do Estado, entre eles, Parauapebas.

TCE cidadão (11)

O projeto TCE Cidadão, entretanto, ultrapassou os muros das escolas de Ensino Médio do Estado, chegando às academias. Surgiu, assim, o TCE Cidadão – Universitário. E, em Parauapebas, a palestra ministrada por Alexandre Melo contou com a importante parceria com a Universidade de Santo Amaro (Unisa) polo local.

Para Dhannyllo Martins, coordenador da Unisa, existem muitas dúvidas em torno das atribuições do TCE e esse trabalho vem contribuir para esclarecer melhor a sociedade.

“Ficamos muito satisfeitos com essa iniciativa e já adiantamos que é apenas a primeira de muitas que estão por vir. Inclusive, já estamos planejando um segundo momento, este voltado para a sociedade em geral”, ressalta Danilo.

Participaram da palestra estudantes da Unisa de diversos cursos, os quais contribuíram de forma muito significativa, fazendo intervenções ou tirando dúvidas. Todos receberão certificados que vão contribuir com as horas das atividades extracurriculares.