Polícia

Preso em Tucumã homem que matou mototaxista em Parauapebas

Danilo Saldanha Soares tinha contra si mandado de prisão preventiva e estava sendo procurado pela polícia. Ele também é acusado de vários crimes em Tucumã e Ourilândia do Norte

A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira (06), em Tucumã, sudeste paraense, por cumprimento de mandado de prisão preventiva, durante a operação denominada “Fechando o Cerco”, Danilo Saldanha Soares, que estava na condição de foragido de Justiça, por ter cometido o assassinato de um mototaxista na cidade de Parauapebas, também no sudeste do Pará. Ele foi preso por policiais civis da Delegacia de Polícia de Tucumã.

Apontado como membro de uma facção criminosa, Danilo é apontado como responsável por roubos nas cidades de Tucumã e Ourilândia do Norte. “Inclusive, é um dos autores do assalto a um Posto de Combustível ocorrido no mês de fevereiro no município de Tucumã”, detalha o delegado Raphael Machado, titular de Tucumã.

Danilo foi indiciado pela Polícia Civil, em Parauapebas, por ter matado o mototaxista Maurivan Coimbra de Sousa, 38 anos de idade, natural de Riachão (MA), em 3 de fevereiro deste ano, fato noticiado por este Blog. Após ser morta, a vítima teve o corpo arrastado por cerca de 500 metros até queimar junto com a moto que pilotava. O caso ocorreu na área de loteamento denominado “Vale das Águas” também conhecido Modão Chácaras”, às margens da PA 275, sentido Curionópolis, a 17 quilômetros de Parauapebas.

O crime teria ocorrido após uma discussão entre vítima e acusado em um bar, na rua Diamante. Maurivvan Coimbra teria jogado uma lata de cerveja no rosto do acusado. Ele foi amarrado e arrastado na própria moto. A prisão foi realizada pela equipe formada pelos investigadores Vasconcelos e Moreira, e escrivão Douglas Xavier, sob comando do delegado Raphael Machado.

(Fonte: Polícia Civil)

Deixe seu comentário