Prefeitura de Parauapebas busca empresa para projetar ‘nova VS-10’

Serviços na área de saneamento básico e infraestrutura em 17 bairros do complexo deverão alcançar 30 mil pessoas. Por enquanto, licitação é apenas para esboçar o que se precisa fazer
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O governo do prefeito Darci Lermen deve gastar até R$ 2,39 milhões com a contratação de uma empresa de engenharia para elaborar estudos e projetos de macro e microdrenagem, sistema viário, urbanização, paisagismo, iluminação pública e reassentamento voltados a ações satélites do Programa de Saneamento Ambiental de Parauapebas (Prosap) na VS-10. A medida deve alcançar cerca de 30 mil moradores do complexo populacional que mais cresce na cidade.

As informações foram levantadas com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu, que paginou nesta quarta-feira (18) o edital da concorrência, cujas propostas comerciais devem ser conferidas no mês que vem. Pela proposta, 17 bairros que compõem a VS-10 devem ser contemplados com uma série de serviços que devem mudar radicalmente a cara do complexo.

Para atendimento da VS-10, será tocado um projeto de infraestrutura e saneamento ambiental que inclui, desde obras de macro e microdrenagem até construção de unidades habitacionais para reassentamento das famílias diretamente afetadas pelos serviços ou que residem atualmente em condições de risco. A proposta contempla ainda o reflorestamento de regiões estratégicas do complexo.

Projeto é braço do Prosap

O Prosap, como amplamente divulgado pelo governo de Darci, prevê intervenção em áreas naturais de escoamento superficial que cortam a área urbana. Obras já foram iniciadas no entorno dos igarapés Lajeado, Ilha do Coco, Guanabara e Chácara das Estrelas, serviços, segundo a prefeitura, em conformidade com o Plano Municipal de Saneamento Básico. Projetos executivos específicos têm sido contratados e elaborados para essas áreas.

Além das intervenções em andamento, o governo municipal quer garantir atendimento com saneamento ambiental adequado à VS-10, que se desenvolveu sem a implantação de infraestrutura básica necessária. “As intervenções que estão sendo conjecturadas para esta região visam melhorar a qualidade de vida da população que ali reside, atendendo-a com sistemas de infraestrutura adequada e eficiente, indispensáveis ao bem-estar da comunidade”, justifica a administração municipal, em texto que acompanha o processo.

VEJA QUAIS BAIRROS DEVEM RECEBER INTERVENÇÕES

  • Bom Jesus
  • Brasília
  • Califórnia
  • Casa Branca
  • Jardim América 1
  • Jardim América 2
  • Jardim Eldorado
  • Jardim Planalto
  • Montes Claros
  • Morava Nova
  • Nova Vida 2
  • Panorama
  • Parque das Nações 1
  • Parque das Nações 2
  • Raio de sol
  • São Lucas 2
  • Talismã

Comunidade alcançada: 17 bairros

População beneficiada: 30 mil habitantes

Potencial de empregos nas obras: 600 postos com carteira assinada