Corpo de homem desaparecido desde segunda-feira (6) encontrado em área de mata

Há suspeita de que ele tenha sido vítima do tribunal do crime de uma facção criminosa
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Foi encontrado na tarde desta quarta-feira (8), em área de mata de Parauapebas, o corpo de Maicon Pinto Marques, 30 anos de idade, natural de Viana, no Estado do Maranhão. De acordo com a família do homem, ele estava em Parauapebas havia três meses e, desde segunda-feira (6), estava desaparecido de casa. Ele teve o pescoço cortado.

Casado com Jaciane Costa Pereira, Maicon veio do Maranhão em busca de trabalho na área da construção civil. Foi visto pela mulher, pela última vez, na segunda-feira, por volta das 14 horas, quando ela retornava ao trabalho. Jaciane voltou para casa às 18h, mas Maicon havia saído levando as chaves do imóvel, deixando a mulher na rua.

O desaparecimento foi registrado na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil. No Boletim de Ocorrência, Jaciane Pereira relata que mora no Bairro Novo Brasil e, quando viu o marido pela última vez, ele estava vestindo uma bermuda azul e vermelha, chapéu colorido e camiseta de meia branca, estampada com com a foto de um irmão dele já falecido.

A Reportagem conversou com a irmã de Maicon, de prenome Daniele, e ela relatou que seu irmão no passado era usuário de droga e que acredita que ele tenha tido uma recaída.

Na noite de ontem, terça-feira (7), os familiares de Maicon Marques tiveram acesso a um vídeo que circula nas redes sociais em que ele aparece sentado no chão, em um matagal sendo interrogado supostamente por membros de um tribunal do crime de uma facção criminosa, provavelmente a mesma que o assassinou.

(Caetano Silva)