Marabá

Prefeitura de Marabá vai abrir concurso para procurador do município

Salário-base parte de R$ 4.800, mas valor líquido no contracheque pode chegar a R$ 38 mil. Procuradores são os profissionais mais bem remunerados do quadro do Executivo municipal.

Saiu na edição de ontem, terça-feira (9), do Diário Oficial da União (DOU) a dispensa de licitação por meio da qual da Prefeitura de Marabá está contratando a Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp) para organizar o concurso público para o cargo de procurador efetivo do quadro do Executivo municipal. A informação pode ser consultada aqui, mas ainda não se tem notícias de quantas vagas serão ofertadas. Para concorrer, todavia, é preciso ter, no mínimo, graduação em Direito.

O salário-base de um procurador da Prefeitura de Marabá é de R$ 4.857,10 e o quadro é composto por oito profissionais concursados e dois comissionados (procurador-geral, com salário-base de R$ 12 mil, e procurador-geral-adjunto, com salário-base de R$ 8.400). O Blog do Zé Dudu consultou a folha de pagamento de junho da administração de Marabá e constatou, entretanto, que os ganhos líquidos entre os procuradores de carreira partiram de R$ 9.872 até R$ 37.807, este o qual o salário mais alto de toda a prefeitura, superando até mesmo o do prefeito Tião Miranda, R$ 22.153,68. O valor alto pode conter férias e outras vantagens, o que não está claro na discriminação da transparência pública da prefeitura.

Na média, os procuradores são os profissionais com a remuneração mais alta entre os servidores da Prefeitura de Marabá (R$ 15.648). Eles batem com folga o ganho dos médicos, que, na folha do mês passado, partiu de R$ 2.414 líquidos (de um clínico) até R$ 15.840 (de um ginecologista). Havia 98 médicos na folha de junho, com salário médio de R$ 8.330.

Deixe seu comentário