Pará

Por “erro”, Prefeitura de Abel Figueiredo compra pães e salgados por mais de R$ 1 mi

Com 7.400 habitantes, pacato município não teria sequer padaria para dar conta de atender à compra estupenda. Erro de digitação das quantidades fez valor parar no mundo da lua.

Um erro de digitação nos quantitativos de uma licitação de pães e lanchinhos para atender secretarias da Prefeitura de Abel Figueiredo está causando o maior frisson em relação ao valor global do processo, dando a entender que a administração municipal está contratando fornecedor por R$ 1.166.000,00 (Licitação 9/2019-29). Na verdade, o valor do processo é 35 vezes menor: apenas R$ 33.214,60. Segundo consta, o município não teria sequer padaria com capacidade para fornecer mais de R$ 1 milhão nos produtos em questão.

As informações foram levantadas pelo Blog do Zé Dudu que visitou a licitação publicada ontem, quarta-feira (10), no portal do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), e achou estranha a “aquisição milionária” de pães em uma prefeitura cuja receita líquida anual é de apenas R$ 20,63 milhões para cuidar de 7.400 habitantes, sendo que apenas a despesa com pessoal consome R$ 10,93 milhões.

Ocorre que, durante a digitação, as quantidades foram inchadas com “fermento de pão”, equivocadamente, de maneira que os salgados, que eram para ser 20 mil unidades, transformaram-se em um milhão, ao custo de 92 centavos — totalizando R$ 920 mil. Na verdade, a Prefeitura de Abel estima gastar R$ 1.884,90 com 300 pacotes de pão de forma; R$ 3.321 com 8.100 unidades de pão francês “de sal”; R$ 9.612 com 24.030 unidades de pão francês “de doce”; e R$ 18.340 com 20 mil salgados variados.

Prevista para ocorrer no próximo dia 23, na modalidade pregão presencial do tipo menor preço, a licitação é justificada pelo governo local como necessária porque seus itens serão utilizados na alimentação de pacientes atendidos pela Secretaria de Saúde; em programas sociais para o público atendido pela Secretaria de Assistência Social; e em eventos promovidos pela Secretaria de Administração e Finanças.

Diante da notícia quente, muitos padeiros da região já estavam de olho no processo e até avaliando a capacidade de seus fornos. Afinal, não é todo dia que aparece um megacomprador para 1.000.000 de salgados, por exemplo. Agora, as padarias vão ficar esmorecidas com este banho de água fria jogado pela mera confusão de números.

Um comentário em “Por “erro”, Prefeitura de Abel Figueiredo compra pães e salgados por mais de R$ 1 mi

  1. uaidinei de pinho lima Responder

    Como um filho que nasceu morto assim foi sua matéria,”Com compra estupenda” NASCEU, Erro de digitação das quantidades, MORREU. Credibilidade não se adquiri com atitudes pequenas, fantasiosas e sensacionalistas, mas sim em informar com respeito, aos seus seguidores.

Deixe seu comentário