Polícia Civil retira mais dois traficantes das ruas de Parauapebas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Graças à paciência e ao esforço dos investigadores Max, Fátima e Humberto, da 23ª Seccional de Polícia Civil, mais dois traficantes foram retirados das ruas de Parauapebas ontem, quinta-feira (1º). Após receber denúncia de que, no Bairro Rio Verde, na casa dos pais do indivíduo Breno Almeida Silva, 19 anos, estava havendo intensa movimentação de dependentes químicos, o delegado Fabrício Andrade e a equipe passaram a monitorar o endereço, inclusive, descobrindo que a casa tinha duas saídas, uma delas nos fundos, que servia de rota de fuga ao acusado, que é reincidente no mesmo crime.

Os policiais descobriram também que o jovem traficante contava com a ajuda de um olheiro, Luís Eduardo Nascimento Cruz, 19 anos, que ficava na varanda da casa observando como estava a movimentação da rua, sobretudo se havia presença policial.

De posse dessas informações, o bote foi certeiro: Breno e Luís foram presos em flagrante, com cerca de um quilo de maconha prensada e vários papelotes prontos para comercialização. O acusado não teve como negar entorpecente lhe pertencia e junto com seu ajudante foram indiciados pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico.

Matéria-flagrante-maconha-apreendida

Breno que, em vão alegou que é inocente e que nada sabia sobre a droga encontrada na casa em que morava, já havia sido preso por vender entorpecentes e estava havia apenas cinco meses fora da cadeia. Luís Eduardo, por seu turno, alegou que só estava visitando o amigo, mas, pelas circunstâncias do flagrante, a explicação não convenceu o delegado Andrade.