PM invade casa onde estaria acontecendo briga de casal e mata um homem

Diante da presença policial, o dono da casa atacou a guarnição armado de revólver e teve pior resultado no confronto
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Ricardo de Souza

Continua depois da publicidade

Com um tiro no peito, disparado por uma guarnição da Polícia Militar, morreu, por volta das 22h15 deste sábado (20), o motorista Ricardo de Souza, 32 anos. O caso aconteceu na casa dele, na Rua Ayrton Senna, Bairro Nova Vida. De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, de Parauapebas, ele recebeu a tiros uma equipe policial, que entrou em sua casa durante uma discussão que mantinha com uma mulher.

Narram os policiais militares que, por volta das 22h22, em rondas ostensivas pelo Bairro Nova Vida, duas pessoas abordadas disseram ter escutado, vindo de uma casa próxima, discussão envolvendo um homem e uma mulher que estariam gritando.

A guarnição então resolveu entrar na casa, onde se encontrava Ricardo, que, ao constatar a presença dos policiais, correu para um dos quartos, saindo do cômodo com um revólver calibre 32, com o qual, ainda segundo o Boletim de Ocorrência, disparou três vezes contra os PMs, que revidaram.

Na residência, os PMs encontraram duas petecas de crack, pesando 3,6 gramas, e maconha prensada, pesando 32,8 gramas, além da arma com duas munições intactas e três deflagradas. A guarnição informou também que Ricardo, conhecido como Branco, já havia respondido a processo na Justiça. Quanto à mulher com quem ele estaria discutindo, nada foi informado à Polícia Civil. (Caetano Silva)