Parauapebas: Semmu retoma atividades presenciais na Casa da Mulher

As atividades foram retomadas nesta terça-feira (11), seguindo os protocolos de prevenção ao novo coronavírus. Mais de 500 mulheres se inscreveram para participar de cursos e oficinas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Casa da Mulher retoma atividades presenciais com cursos e oficinas de artesanato

Continua depois da publicidade

Após paralisação devido à pandemia do novo coronavírus, a Secretaria Municipal da Mulher (Semmu) retomou as atividades presenciais de aprimoramento e capacitação realizadas pela Casa da Mulher. Ao todo, mais de 500 mulheres se inscreveram para cursos e oficinas que iniciaram nesta terça-feira, 11, seguindo todos os protocolos de prevenção contra a Covid-19.

Segundo a assistente social Rayene da Silva, coordenadora técnica da Casa da Mulher, 45 mulheres serão beneficiadas neste primeiro momento, mas novas turmas serão formadas. “Em função da pandemia estamos limitando as turmas para somente dez pessoas: a professora e mais nove alunas. Cremos que em breve vamos poder ampliar esse número e atender mais gente. A procura está imensa”, destacou a coordenadora.

Uma das que se inscreveu para a oficina de arranjo de flores, realizada e finalizada nesta quarta-feira (12), a dona de casa Silvanira Ferreira, 63 anos, destacou a importância da volta das atividades da Casa da Mulher. Ela, que diz adorar fazer artesanato, é engajada nas atividades promovidas pela Semmu.  “Isso faz muito bem pra gente, eu, que vivo sozinha, encontro aqui motivação, amizade e aprendizado”, elogia.   

Estão programadas para este mês as oficinas de Arranjo de Flores, de Reutilização de Material para Confecção de Bolsa e o curso livre de Designer de Sobrancelha. O curso profissionalizante de Estética Corporal iniciará amanhã (13) e seguirá até o dia 18 de junho.

Para a secretária da Mulher, Edileide Bastista, o fortalecimento da rede de atendimento à mulher é um ganho enorme para a sociedade. “Muitas mulheres precisam de renda para sustentar suas famílias e outras encontram na vida profissional o empoderamento. É por isso que investimos na oferta de cursos e oficinas profissionalizantes. O nosso objetivo é ajudar mulheres em situação de vulnerabilidade social a conquistar mais autonomia e independência”, destaca a secretária.

Mais informações sobre cursos disponibilizados pela Casa da Mulher podem ser obtidas pelo número 3346-5982 ou na sede, localizada à rua F, nº 88, bairro União.

Por Tina DeBord – Com informações da Ascom PMP
Foto: Ascom PMP

Publicidade