Parauapebas: Semmu realiza ações socioeducativas em celebração ao Dia Internacional da Não-Violência contra a Mulher

A data, celebrada nesta quinta-feira (25), visa estimular os governos e a sociedade civil organizada a combater e extinguir a violência contra as mulheres em todo o mundo
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Em celebração ao Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher, comemorado nesta quinta-feira (25), a Secretaria Municipal da Mulher de Parauapebas (Semmu) realizou ações socioeducativas para conscientizar a sociedade a respeito do tema. Foram realizadas panfletagem, ‘adesivaço’ e aula de zumba.

De acordo com a socióloga e responsável pelo planejamento da Semmu, Ysa Motta, as ações também fazem parte da Campanha de “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher”. “Hoje [ontem] é o Dia internacional da Não-Violência contra a Mulher e a caravana Semmu trabalha forte nessa campanha sobre a violência doméstica no município com o intuito de conscientizar ainda mais a população”, enfatiza Ysa Motta.

O Dia internacional da Não-Violência contra a Mulher foi definido pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em 1999, como o “Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra a Mulher” a fim de estimular que governos e sociedade civil organizada realizem eventos anuais, para chamar a atenção sobre necessidade de combater e extinguir a violência com as mulheres em todo o mundo.

Em Parauapebas, a Campanha de “16 Dias de Ativismo” já faz parte do Calendário Oficial de Eventos do Município por meio da Lei 4.873, que tem como objetivo garantir os direitos das mulheres, conscientizando a sociedade sobre a necessidade da erradicação de todo tipo de violência contra a mulher, bem como a divulgação dos mecanismos de amparo às vítimas de violência.

Tina DeBord- com informações da Semmu