Parauapebas paga R$ 1,1 milhão em hotel para 32 famílias do Alto Bonito

Extratos de contratos com hotéis foram publicados hoje, embora o período disponibilizado para hospedagem até já tenha se encerrado. Famílias residiam em bloco com problemas estruturais.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O governo de Darci Lermen publicou nesta quarta-feira (27) no Diário Oficial da União (DOU) dois extratos de contrato decorrentes de dispensa de licitação e referentes à contratação emergencial de serviços de hospedagem para 32 famílias em dois hotéis da cidade. O valor dos serviços ― custeados com recursos do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social ― chama a atenção: R$ 1.123.200,00. E não, a íntegra do processo, aberto em março, não consta do portal da transparência da prefeitura nem do mural de licitações do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) para fornecer detalhes dessa megacontratação.

Apesar disso, o Blog apurou em notícia publicada pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Parauapebas que as famílias foram retiradas do residencial no final de março devido ao surgimento de problemas estruturais no bloco 15 do Alto Bonito. O conjunto foi construído com recursos do programa Minha Casa, Minha Vida do governo federal. Para manter as famílias em segurança, a Sehab propôs hospedagem em dois hotéis do município enquanto a situação se resolvia.

Publicidade