Parauapebas: Município amplia Rede de Atenção Psicossocial com leitos no HGP

Os leitos foram inaugurados nesta segunda-feira (8). Ao todo, foram habilitados oito leitos para atender pacientes com sofrimento mental ou em crise por algum transtorno psicológico
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Prefeitura de Parauapebas inaugurou, nesta segunda-feira (8), os primeiros leitos estruturados da Rede de Atenção Psicossocial (Raps) do município. No total, oito leitos foram habilitados no Hospital Geral de Parauapebas (HGP) para atender essa área.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), dos oito leitos três são masculinos, três femininos e dois de isolamento voltados à criança e ao adolescente, obedecendo à portaria do Ministério da Saúde. A Semsa observa que o espaço é de grande importância para o município, pois funciona como uma retaguarda do Centro de Atenção Psicossocial (Caps).

De acordo com a coordenadora da Ala Psicossocial, enfermeira Silvia Cristina, o serviço vai contemplar pacientes com sofrimento mental e com necessidades de saúde como, por exemplo, em momento de crise e/ou surto, relacionado a transtorno mental ou uso prejudicial de drogas. “Serão acolhidos por uma equipe multiprofissional que oferecerá atenção diferenciada, estruturada e qualificada. Esses pacientes serão atendidos por técnicos de enfermagem, enfermeiros, assistente social, psicólogo, médico clínico geral e médico psiquiatra”, explica a coordenadora.

A Semsa detalha que ala de atenção psicossocial acolherá pacientes que derem entrada pelo pronto-socorro, encaminhados pelo Caps, Samu ou Bombeiros e avaliado pelo plantão da equipe psicossocial. Para o supervisor da rede psicossocial, o psicólogo Wagner Caldeira, o acesso às equipes multiprofissionais agiliza a intervenção para que o sofrimento da pessoa seja atenuado.

“A permanência em ambientes não hostis melhora a qualidade do atendimento de um usuário que não deve ser isolado, e sim reintegrado o mais breve possível ao convívio social”, ressalta Wagner Caldeira.

Elogiando mais esse avanço na área de saúde, o titular da pasta, Gilberto Laranjeiras, destaca que as medidas para melhorar o setor não param. Ele observa que, entre tantas conquistas já alcançadas, a nova ala do HGP é mais um passo que está sendo dado na cidade para a inclusão de pacientes de saúde mental.

“Nosso prefeito Darci Lermen está sempre à frente de todas as demandas da Saúde e se empenha ao máximo para trazer o melhor para Parauapebas, sejam recursos financeiros, sejam parcerias ou equipamentos”, frisa o secretário.

Por Tina DeBord

Publicidade