Parauapebas Futebol Clube anunciou Luiz Carlos Cruz como novo técnico para Segundinha do Parazão

O experiente treinador deve desembarcar no próximo dia (1°) para comandar o Gigante de Aço
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A diretoria do Parauapebas Futebol Clube (PFC) anunciou na manhã desta sexta-feira (28), a contratação do técnico Luiz Carlos Cruz como o novo comandante do Gigante de Aço. O treinador terá a missão de subir o time da Capital do Minério de volta para a elite do Campeonato Paraense. O PFC vai disputar a chamada Segundinha do Parazão prevista para começar em outubro.

A cúpula do PFC está programando o início dos trabalhos para o próximo dia (1°), quando o novo comandante vai desembarcar na cidade. Além do técnico, uma nova diretoria será apresentada, assim como o elenco do Parauapebas para a temporada 2021. A ideia dos mandatários do Parauapebas é de colocar o clube, também, em competições nacionais como a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro da Série D.

Luiz Carlos Cruz, de 57 anos, é natural da cidade de Lages (SC), e tem uma vasta experiência no futebol onde comandou equipes como Figueirense (SC), Avaí (SC), Guarani (SP), Náutico (PE), Ceará (CE), Fortaleza (CE), CRB (AL), Bahia (BA) e Chapeconese (SC). Em 1996, o treinador teve uma experiência no futebol do estado do Pará, onde comandou o Paysandu Sport Club, da capital Belém.

“Agradecer ao convite da diretoria do Parauapebas Futebol Clube para dirigir e comandar essa equipe para a temporada de 2021. O que nos trouxe a Parauapebas foi o projeto, o caminho a ser percorrido. É uma equipe muito disciplinada e capacitada dentro e fora de campo. Nós tentaremos e faremos de tudo para deixar um legado nessa temporada. Contamos com você torcedor, com seu apoio, dessa terra de pioneiros, vencedora e empreendedora”, afirmou Luiz Carlos Cruz.

A última vez que o Parauapebas Futebol Clube disputou a elite do Parazão foi na temporada de 2018, quando acabou rebaixado de volta para a Segundinha. Naquela ocasião, o chamado Gigante de Aço terminou com apenas oito pontos na classificação geral ficando em 9° lugar com 10 clubes na disputa, sendo que em 10 jogos, conseguiu apenas uma vitória diante do Águia, por 1 a 0, no Estádio Zinho Oliveira, em Marabá.

Por Fábio Relvas