Parauapebas: evento discute impactos dos 30 anos de mineração

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A coordenação do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) de Parauapebas realiza no próximo dia 10 de setembro um evento para discutir os impactos sofridos pela região durante os 30 anos de exploração mineral. Com o tema “Carajás em pauta: 30 anos de mineração e seus reflexos na região”, a série de quatro palestras pretende abordar assuntos que envolvem a questão agrária, os movimentos populares e a história da exploração mineral na região, na qual a Vale é protagonista.

Segundo o secretário geral do PSOL em Parauapebas, Hebber Kennady, o objetivo é ampliar o debate sobre essas questões com as próprias pessoas que são impactadas pela atividade minerária. “Nossa ideia é trazer a sociedade pra estar discutindo e dialogando de que forma esses impactos têm transformado a vida dessas pessoas, tanto do ponto de vista positivo quanto negativo, nas áreas econômica, social e até ambiental. Isso quem vai dizer é o debate”, explicou.

Na programação estão previstas quatro palestras com personalidades influentes no Pará, como o jornalista Lúcio Flávio Pinto, e o vereador de Belém Fernando Carneiro (PSOL). Além desses, Charles Trocate, liderança do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e represente do Movimento dos Atingidos pela Mineração (MAM) e o professor da Universidade Estadual do Pará, Doutor em Geografia,Fabiano Bringel, também participarão do evento.

A série de palestras será realizada na próxima quinta-feira, dia 10, a partir das 9h, no Centro Universitário de Parauapebas (CEUP).