Parauapebas: enfermeiro acusado de estuprar paciente no HMP é sentenciado a 9 anos de prisão

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Adams - estuproO juiz titular da Vara Penal da Comarca de Parauapebas, Líbio de Araújo Moura, condenou o enfermeiro Adams Almeida Gomes (foto), que trabalhava no Hospital Municipal de Parauapebas a nove anos de reclusão. Ele foi acusado de estuprar uma mulher quando a mesma deu entrada naquela casa de saúde, tendo-a dopado com medicamentos para praticar ato sexual sem seu consentimento.

Foi negado pelo juiz ao denunciado o direito de recorrer em liberdade. Adams deverá ser mantido preso no Centro de Recuperação Mariano Antunes – CRAMA –, em Marabá. Adams deverá, ainda, pagar multa à vítima estipulada pelo juízo em R$10 mil reais.

Confira aqui a íntegra da decisão