Parauapebas: alunos da UFPA participam de levantamento de Síndromes Cromossômicas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Os alunos da Universidade Federal do Pará (UFPA), do curso de Ciências Naturais em Parauapebas, Elisangela, Marcelo e Leonice, em parceria com o Instituto Evandro Chagas, sob coordenação do Professor. Dr. Edivaldo H. Corrêia,  participam do projeto de pesquisa Levantamento de Síndromes Cromossômicas nas Pessoas com Deficiência atendidas na APAE de Parauapebas. O objetivo do estudo é traçar o perfil citogenético dos atendidos pela entidade.

Os benefícios que teremos com este estudo serão de relevância para as famílias através de exames cariótipos*, pois geralmente a família deseja esclarecer o problema, e a definição da causa ajuda a estabelecer o risco de recorrência, planejar exames laboratoriais adequados, instituir o tratamento apropriado se existente, predizer o prognóstico e encaminhar o paciente e a família a grupos de apoio”, afirmou o aluno Marcelo Fonseca, ressaltando que, “assim sendo, o estudo realizará a averiguação de alterações cromossômicas numéricas e/ou estruturais em indivíduos com deficiência mental”.

A primeira coleta de material ocorreu na segunda-feira (30) no prédio da APAE, localizada à Rua L próximo da escola Cecília Meireles, em Parauapebas.

Cariótipos, a representação dos cromossomos
* O cariótipo de uma espécie é estabelecido a partir da forma e do número de seus cromossomos. São comumente utilizados para a descrição do cariótipo cromossomos mitóticos, em fase de metáfase. A representação do cariótipo pode ser um cariograma (imagem dos cromossomos) ou um idiograma (esquema dos cromossomos), e é ele quem fornece as informações substanciais para o estabelecimento das relações entre espécies, com respeito à organização e evolução dos cromossomos. (Fonte: biociencia.org).

Por Lima Rodrigues, de Parauapebas

Publicidade