Pará: setor de serviços avança 2,5% em junho

Entre fevereiro e junho, o setor acumula alta de 9,0%. Nos últimos 12 meses, a alta acumulada é de 8,6%, aponta IBGE.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Com alta de 2,5% em junho, o volume de serviços no Pará cresceu pelo quinto mês consecutivo. Entre fevereiro e junho, o setor acumula alta de 9,0%. Nos últimos 12 meses, a alta acumulada é de 8,6%. Nesse indicador, o estado lidera com o melhor resultado entre as 27 unidades da federação. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada ontem (12) pelo IBGE.

Regionalmente, quase todas (23 de 27) as unidades da federação assinalaram expansão no volume de serviços na passagem de maio para junho. No Pará, a alta de 2,5% foi uma das melhores para um mês de junho em toda a série histórica da pesquisa, iniciada em 2011.

Já na comparação do volume de serviços prestados durante o mês, em junho de 2021 o crescimento em relação ao mesmo mês de 2020 foi de 25,9%. No ano, o setor acumula alta de 15,8%.

PMS

A Pesquisa Mensal de Serviços produz indicadores que permitem acompanhar o comportamento conjuntural do setor de serviços no País, investigando a receita bruta de serviços nas empresas formalmente constituídas, com 20 ou mais pessoas ocupadas, que desempenham como principal atividade um serviço não financeiro, excluídas as áreas de saúde e educação. No Pará, a pesquisa produz indicadores gerais, sem detalhamento por atividades.