Operação da PC no comércio apreende 20 mil mídias piratas em Parauapebas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Mídias ilegais apreendidasOperação realizada pela Polícia Civil de Parauapebas, neste terça-feira (27), resultou na apreensão de vinte mil mídias com reproduções ilegais, conhecidas por “piratas”. Os produtos estavam na área do comércio do município. A localização de pontos de venda das mídias aconteceu durante ação policial sob comando do delegado Antônio Miranda Neto, diretor da 20ª Seccional Urbana de Parauapebas. A abordagem de locais de venda dos produtos ilegais foi feita nas imediações de agências bancárias situadas na Rua “E”, bairro Cidade Nova. As mídias apreendidas foram encaminhadas para perícia e posteriormente serão destruídas mediante autorização judicial.

De acordo com dados da Polícia Civil em Parauapebas, no ano de 2011, foram apreendidas cerca de 60 mil mídias “piratas” na cidade. Todos os produtos foram destruídos após autorização judicial.

Fonte: Polícia Civil do Pará

5 comentários em “Operação da PC no comércio apreende 20 mil mídias piratas em Parauapebas

  1. Parauapebas Junior Responder

    Porteira que passa um boi, passa uma boiada. Pela porta de entrada da pirataria, também entra drogas e armas. Mas concordo com os comentaristas que reclamam que só os materiais fonográficos pirateados são fiscalizados e coibidos. O verdadeiro câncer está nos chamados “importados” produtos vagabundos vindos da china via paraguai, e não contente em nos empurrar suas porcarias a china agora achou de mandar junto, os vendedores, é muito comum nas grandes e médias cidades Brasileiras encontrarmos vendedores orientais que mal falam português. Ou seja tomam as vagas dos trabalhadores Brasileiros nas duas pontas, na indústria e no comércio. E onde está o PT, que presumivelmente deveria proteger o trabalhador Brasileiro? Ora, está ocupado contando dinheiro.

  2. jornalista Francesco Costa Responder

    Há muito temo questiono se a Lei da Pirataria prevê apreensão apenas para material fonográfico.
    E o pior é qeu estas apreensões são meras faxadas para disfarçar a corrupção de policiais que recebem arrego dos vendedores de materiais fonográficos piratas.
    Quero saber se vão ou não chegar a pirataria de fato.
    Ah, aproveitem para prender aquela loirinha do jogo do bixo e os donos das maquinas caça niquéis.
    Alô MP, se liga novo comandante da PM no Peba, seus subordinados estão comendo dinheiro do crime, conivência, associação etc.
    Provem aos cidadãos de bem que vocês não recebem boa parte disto. Apurando e metendo na cadeia tanto os responsáveis por estes crimes e contravenções e ainda os bandidos que usam farda e se apresentam como policiais.

  3. Motoqueiro Responder

    Blz polícia,
    agora vamos trabalhar de verdade?
    Vamos pegar os ladrões de moto?
    Traficantes que brincam “de pira” em nossa cidade?
    esse trab qlqr fiscal de prefeitura pode fazer

  4. wenderson da costa Responder

    Porque que a unica coisa pirata que apreendem é mídia de áudio-visual? Se fizessem uma varredura pelo comercio em geral veriam quanto de pirataria se encontra, de tênis a brinquedos, de roupa a joalheria. Mas, alguém tem que ser o bode expiatório.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: