Ministro do TSE sugere fechar o Brasil para balanço

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O Ministro Marco Aurélio Mello criticou ontem, numa sessão do TSE, a resistência do Senado em cumprir decisão da Corte, que mandou o senador Expedito Júnior deixar o cargo. “O que estarrece, e aí ficamos muito preocupados com a quadra vivida, é que uma decisão mandamental do Supremo tenha o cumprimento postergado. Causa espécie que o Senado da República se recuse a cumprir uma decisão do Supremo. Não sei. Talvez a quadra seja sinalizadora de fecharmos o Brasil para balanço”, afirmou.

Publicidade