Marabá vai aplicar quase R$ 10 milhões em recuperação de asfalto das ruas

Nos últimos quatro anos, prefeitura abriu novas vias, recuperou asfalto das artérias principais e pavimentou ruas historicamente abandonadas, principalmente na Nova Marabá e Cidade Nova
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Dados do Cadastro Único revelam que apenas 25% das famílias carentes da cidade de Marabá moram em vias urbanas com calçamento à porta de casa. Em números absolutos são apenas 9.600 de um total de 38.800 famílias. Na prática, mais de 77 mil marabaenses convivem com poeira no inverno e lama no verão e um outro grande contingente populacional da cidade mora em vias públicas cujo asfalto está tão desgastado que é como se não existisse.

Porém, o prefeito Tião Miranda quer mudar essa realidade. Nesta quinta-feira (7), o governo dele vai realizar um pregão presencial para contratar empresa interessada em fornecer concreto betuminoso usinado a quente para utilizar em serviços de recuperação das vias. A ideia é aplicar até R$ 9.602.562,07 no serviço. As informações foram levantadas com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu.

Pelo edital do certame, são dois lotes que devem ir à disputa. No lote 1, a participação é aberta a qualquer pessoa jurídica e tem R$ 7.203.474,08 para registro de preços. Já no lote 2 a participação é restrita a micro e pequenas empresas, com R$ 2.399.087,99. A aquisição do concreto betuminoso usinado é um dos tipos de revestimento asfáltico mais utilizados nas vias urbanas brasileiras.

Essa ação é continuidade de um trabalho iniciado pelo prefeito Tião Miranda em 2017 para dar cara nova à cidade de Marabá. Nos últimos quatro anos, a prefeitura abriu novas vias, recuperou asfalto das artérias principais e pavimentou ruas historicamente abandonadas, principalmente nos núcleos Nova Marabá e Cidade Nova, os dois mais populosos da zona urbana. Até os núcleos São Félix e Morada Nova, os que mais crescem populacionalmente hoje, estão recebendo atenção especial do gestor, que está entrando com asfalto em muitas ruas praticamente isoladas e perdidas no tempo e no espaço.