Manifestações por emprego aumentam na região

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Serra LesteCom o desemprego, centenas de pessoas se amontoam em filas de agências do Sistema Nacional de Emprego (SINE) todos os dias sem sucesso. Por essa razão, várias manifestações têm acontecido nas últimas semanas em cidades do sudeste paraense e a Vale, principal empresa da região, tem se tornado alvo principal desses atos. No último sábado (5) um grupo de 20 moradores de Serra Pelada, no município de Curionópolis, se reuniu em frente à portaria do Projeto Serra Leste, da mineradora. 

De acordo com um dos moradores da localidade que não quis se identificar, as pessoas reivindicavam vagas de emprego na referida mina. Segundo o morador, cerca de 20 pessoas chegaram à portaria da mina por volta das 6h da manhã e impediram a passagem de caminhões e ônibus com funcionários. Eles protestavam contra a não contratação de mão de obra local no projeto. O grupo permaneceu até o fim do dia e após uma conversa com um representante da empresa.

A equipe de reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da Vale para relatar posicionamento da empresa em relação ao caso e se existe previsão para contratação de mão de obra local em Curionópolis, mas até o encerramento dessa matéria nenhuma resposta foi enviada.

Em Parauapebas

Na sexta-feira (4) uma manifestação com o mesmo propósito aconteceu em Parauapebas. Dezenas de pessoas atearam fogo em pneus bloqueando o acesso de veículos da Vale e suas contratadas na Rodovia Faruk Salmen, sentido Palmares, zona rural do município. Uma semana antes, a rua do SINE também foi bloqueada com pneus e entulhos numa tentativa de chamar a atenção da prefeitura para a falta de empregos na cidade.

Publicidade