Maioria dos prefeitos da região do Lago de Tucuruí sofre derrota nas urnas

Quatro dos sete prefeitos da região entorno da Hidrelétrica de Tucuruí, na região sudeste paraense, amargaram derrotas ficando em terceiro lugar
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Os prefeitos dos municípios de Jacundá, Goianésia do Pará, Breu Branco, Tucuruí e Novo Repartimento foram derrotados nas eleições de domingo, 15 de novembro. Ismael Barbosa (Pode), Ribamar Lima (MDB), Garcês Costa (PSD), Artur Brito (PTB) e Deusivaldo Pimentel (MDB). Coincidentemente, quatro deles ficaram em terceiro lugar.

No município de Jacundá, onde 24.682 dos 34.460 eleitores compareceram para votar no domingo, a diferença entre o primeiro colocado Itonir Tavares (PL) para o prefeito e candidato à reeleição Ismael Barbosa, foi de 12.297 votos. Ismael ficou em terceiro lugar, atrás do capitão Rogério.

No vizinho município de Goianésia do Pará, o atual prefeito Ribamar Lima perdeu a eleição para o ex-prefeito Itamar Cardoso. No entanto, a população ainda não conhece seu prefeito. É que o registro da candidatura de Itamar foi indeferida com recurso. No número de votos, Itamar teria ganhado com 6.201 votos, contra 5.179 do atual gestor.

Também na região sudeste paraense, os eleitores deixaram o atual prefeito e candidato à reeleição Garcês Costa na terceira colocação, com 7.010 votos, 29,89%, e ficou atrás de Fabiana do Alemão, e a 1.821 voto do prefeito eleito, Flávio Mezzomo (PL).

Artur Brito, prefeito de Tucuruí, também ficou em terceiro lugar com 8.911 (15,83%). Alexandre Siqueira (MDB) teve 9.193 votos de diferença e será o novo prefeito do município a partir do dia 1º de janeiro de 2021.

Favorito nas pesquisas eleitorais, o prefeito de Novo Repartimento, Deusivaldo Pimentel, o Amizade, amargou o terceiro lugar nas eleições de domingo.  Ele ficou com 8.831 (27,54%), enquanto Valdir Lemes (PSD), o vencedor, com (32,88%) 10.542.

(Antonio Barroso)