Lanterneiro executado com quatro tiros na cabeça no Vale do Sol

Hemerson Souza dos Santos, de 18 anos, estava em Parauapebas havia apenas uma semana. Há suspeitas de que a morte dele tenha relação com duas mulheres que o procuraram na casa em que ele estava
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Um assassinato totalmente misterioso. É assim que está sendo classificada a execução do lanterneiro Hemerson Souza dos Santos, de 18 anos, que estava havia uma semana em Parauapebas, oriundo do Distrito de Outeiro, em Belém. Ele foi eliminado com quatro tiros na cabeça, por volta das 2h da madrugada deste sábado (12), na Quadra 78 da Rua Jerusalém, Bairro Vale do Sol.

Uma testemunha, que pediu para ter sua identidade preservada, na casa da qual Hemerson iria passar a morar e onde estava na noite de ontem, contou que, por volta de 1h20 da madrugada, saía do banheiro quando o jovem cruzou com ele, que disse: “Tem umas p*** lá fora”, referindo-se a duas mulheres que o aguardavam na frente da casa.

Segundo essa mesma testemunha, ela se despediu de Hemerson e foi dormir, tendo sido acordada pela manhã por outras pessoas da casa, comunicando-lhe que o rapaz estava morto. O assassinato teria acontecido por volta das 2h, mas a polícia só foi comunicada às 6h30. 

Há suspeita de que o crime tenha relação com as mulheres que estiveram à procura de Hemerson Souza dos Santos, mas ninguém sabe quem são elas nem quem atirou no lanterneiro.

(Caetano Silva)