Ioepa e UEPA firmam parceria para publicação de trabalhos científicos

Seis obras já possuem previsão de lançamento, em formatos digital e físico
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Representantes do Centro de Ciências Sociais e Educação da Universidade do Estado do Pará (CCSE/UEPA) visitaram, na manhã desta quarta-feira (10), a sede da Imprensa Oficial do Estado (Ioepa). Na ocasião, se reuniram com o presidente do órgão, Jorge Panzera, e o coordenador da Editora Pública Dalcídio Jurandir, Moisés Alves, para discutir a publicação de obras de cunho científico produzidas na instituição.

Durante o encontro, Alves enfatizou a importância de elevar tais trabalhos por meio de relações interinstitucionais, explicando que a iniciativa segue as diretrizes de uma das linhas de publicação da editora. 

“Desde que a editora foi criada, já lançamos um edital para publicações de obras inéditas de autores paraenses, publicamos obras de autores fora de catálogos e temos várias publicações na linha comercial,” ele contou. E reforçou: “Agora estamos consolidando a linha de produções científicas, por meio de parcerias com o Iphan, Academia Paraense de Letras, Secult, Ufopa e Uepa”.

A Editora Pública Dalcídio Jurandir, coordenada pela Ioepa, surgiu através de um decreto assinado pelo governador Helder Barbalho em agosto de 2019, visando impulsionar e fomentar a produção intelectual paraense. “Quando a editora foi criada, enxergamos o desafio de promover uma política pública que busque valorizar a cultura, a literatura e as produções científicas, por meio da editoração e publicação de livros”’, justificou Jorge Panzera.

Para o diretor do Centro de Ciências Sociais e Educação da UEPA, Anderson Maia, a parceria com o governo do Pará, através da Ioepa, ocorre em função da importância da divulgação das pesquisas desenvolvidas e resultados obtidos dentro da universidade. “Sem essa parceria, teríamos dificuldades em fazer os livros que resultam dos trabalhos de pesquisas desses docentes,” afirmou. 

São seis obras de cunho científico em produção na editora atualmente: “Indicações Geográficas do Queijo do Marajó”; “Gênero Corpos e Sexualidade”; “Amazônia História Cultura e Identidade”; “Amazônia Desenvolvimento Sustentabilidade Gestão e Secretariado”; “Meninos Vestem Azul e Meninas Vestem Rosa”, “Construção de Identidades” e “Juventude e Educação no Pará”.

No final deste primeiro semestre de 2021, a Editora Pública Dalcídio Jurandir e a direção do Centro de Ciências Sociais e Educação organizarão um evento virtual de lançamento dos livros. A previsão é que a versão e-book dos trabalhos esteja disponível a partir de abril, enquanto a versão impressa será publicada até o final de junho.

Com informações da Ascom/Ioepa