Notícias

Instituto fundado pela filha de Rockefeller quer instituir pacto pela educação no Pará

Mais um passo na melhoria da educação pública no Pará será dado com a criação de um pacto pela educação em parceria com o instituto Synergos, organização independente e sem …

Mais um passo na melhoria da educação pública no Pará será dado com a criação de um pacto pela educação em parceria com o instituto Synergos, organização independente e sem fins lucrativos, com sede em Nova York, dedicada à busca de soluções efetivas, sustentáveis e de base local para a redução da pobreza no mundo. Em visita ao Brasil, a filha do banqueiro David Rockefeller e fundadora do Instituto Synergos, Peggy Dulany, visitou a capital paraense, onde se reuniu, na manhã desta segunda-feira, 19, com o governador Simão Jatene, para dar continuidade ao desenvolvimento do pacto. “O nosso trabalho gira em torno da busca de soluções para os problemas sociais no mundo inteiro. Conhecemos um pouco da realidade do Estado do Pará e o escolhemos para investir em projetos voltados para a educação, aproveitando o interesse do Governo do Estado e dos secretários de Educação, que se mostraram dispostos a serem nossos parceiros nesta empreitada”, disse.

Para o governador Simão Jatene, o plano deve ser visto como uma ferramenta a mais para a redução da pobreza e desigualdades, que na opinião do chefe do Executivo Estadual, são os maiores desafios que se apresentam atualmente no Pará. “Para que nós possamos vencer esse desafio é preciso implantar uma tripla revolução: pelo conhecimento, por novas formas de produção e novas formas de governança. A melhoria da educação, sem dúvida está neste contexto e tem o condão de fazer com que o cidadão se perceba protagonista da sua história”.

O pacto pela educação contempla uma série de metas e objetivos, todos voltados para a melhoria da qualidade da educação no Pará. “Neste primeiro momento, estamos fazendo o levantamento dos problemas mais urgentes, buscando parceiros para poder lançar oficialmente o plano em março do ano que vem”, explicou o secretário de Estado de Educação, Claúdio Ribeiro. Segundo ele, uma das principais metas será melhorar o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) no Pará.

A diretora da Synergos no Brasil, Wanda Engel, afirmou que o modelo do pacto implantado no Pará, poderá até servir de exemplo para outros estados e países. “Os problemas sociais e econômicos da sociedade moderna são muito complexos e é impossível resolvê-los de maneira isolada. Por isso buscamos alcançar o melhor resultado possível com esse plano aqui no Pará para que possamos levá-lo para outros lugares do mundo”, completou.

O nome do instituto “Synergos” vem da raiz grega que significa “trabalhar juntos.” Tem como missão abordar a pobreza global e a injustiça social, apoiando e conectando os líderes para que possam trabalhar em colaboração para mudar a lógica dos sistemas que impõem condições desiguais a uma grande parcela da população. A sede do instituto fica em Nova York, e nela trabalham pessoas de várias nacionalidades, como da África, Oriente Médio e América Latina.

Fonte: Agência Pará de Notícias

Um comentário em “Instituto fundado pela filha de Rockefeller quer instituir pacto pela educação no Pará

  1. Jean Responder

    “dedicada à busca de soluções efetivas, sustentáveis e de base local para a redução da pobreza no mundo”…

    Só rindo…

    Vamos defender a bandeira que financia nossas idas a Manhattan. Educação é tudo!
    Estudem, mesmo que vivam na periferia do Guamá em condições sub-humanas. Afinal, educação é a base de tudo.
    Ah, não se esqueçam que quem estende a mão é uma Nova Yorkina e uma Carioca do Leblon…
    Meu Deus…

Deixe seu comentário