Hospital Regional de Tucuruí nega caso de coronavírus

Três pessoas procuraram a UPA com quadro de resfriado comum. Foram submetidas a coleta de material para exame e enviadas para casa, onde estão em isolamento domiciliar
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Mensagens divulgadas por meio do aplicativo WhatsApp, na noite de segunda-feira (16), causaram alarde em Tucuruí e em outras cidades da região. Áudios e o registro de uma foto sobre a entrada de três pacientes suspeitos de estarem com o vírus Covid-19, no Hospital Regional de Tucuruí, foram divulgadas na rede social.

Em nota, a direção do Hospital Regional de Tucuruí disse que “as três pessoas foram encaminhadas da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), com quadro de suspeita”. Deram entrada e, em seguida, encaminhadas ao Hospital Regional.

Elas apenas tiveram contato com uma pessoa que esteve em Brasília, que está com resfriado comum. Apresentaram quadro de resfriado e, no Regional, cederam material para exame, onde foram avaliadas e deverão ficar em isolamento domiciliar.

Tudo começou quando um paciente procurou a UPA de Tucuruí com um quadro clínico suspeito de coronavírus.  Em seguida, mais duas pessoas conhecidas desse primeiro paciente também procuraram a UPA. Uma equipe do Samu, preparada para atender casos de Covid-19, foi ao local para transferir os pacientes.

Curiosos registraram a entrada dos pacientes no setor de emergência do Hospital Municipal de Tucuruí. Em seguida as imagens e áudios começaram a circular pela internet, causando alvoroço entre os moradores de Tucuruí e região.

(Antonio Barroso)

Publicidade