Pará

Helder Barbalho toma posse em Marabá e promete muito trabalho pela região

Conforme havia prometido, o governador Helder Barbalho (MDB), após tomar posse oficialmente em Belém, na manhã desta terça-feira (1º), repetiu o ato, à tarde, de forma simbólica, em Marabá. Ele …

Conforme havia prometido, o governador Helder Barbalho (MDB), após tomar posse oficialmente em Belém, na manhã desta terça-feira (1º), repetiu o ato, à tarde, de forma simbólica, em Marabá. Ele chegou por volta das 15h30 ao Carajás Centro de Convenções, passou em revista as tropas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros e, em seguida, se dirigiu ao teatro onde mais de 1.200 pessoas o aguardavam para a cerimônia.

Helder veio acompanhado da primeira-dama do Estado, Daniele Barbalho, da esposa do vice-governador Lúcio Vale (PR), Andreia Vale, da deputada federal Elcione Barbalho (MDB/PA), deputados eleitos e secretários. Problemas de logística impediram que o vice viesse a Marabá.

No palco do teatro Helder Barbalho foi saudado pelo prefeito de Marabá, Sebastião Miranda Filho (PTB) – Tião Miranda, que agradeceu a presença do governador na cidade logo no primeiro dia de mandato, disse que a missão que ele começou a desempenhar não é fácil, mas acredita na capacidade do governador, na vontade que ele tem de trabalhar, na sua juventude e na equipe que escolheu.

Em seguida, a estudante Ana Clara da Silva Dourado, do 6º ano do Ensino Fundamental da Escola “Rio Tocantins”, entregou a Helder a faixa de governador, colocada nele pela primeira-dama Daniele.

Ao tomar a palavra, Helder Barbalho disse que a posse simbólica em Marabá, contemplando os municípios do sul e sudeste do Estado, e, em Santarém – que aconteceu no início desta noite -, contemplando os municípios do Baixo Amazonas, teve o intuito de reafirmar o que ele prometeu durante o processo eleitoral: “O meu desejo é fazer um governo presente, um governo que olhe cada município, um governo que compreenda as diferenças de cada região. Que possamos todos rever e reler o passado que acabou por algum momento, nos afastando ou permitindo o sentimento de distanciamento dos irmãos que estão mais próximos da capital daqueles que geograficamente estão mais distantes”.

Destacou que quer ter o privilégio de ser o governador que mostrará ao Estado que é possível enxergar, viver, sentir, construir “um Pará forte, unido, grande para todos”.

Helder afirmou que as pessoas que defendiam a criação dos estados de Carajás e Tapajós não o faziam por deixar de gostar do Pará ou por não quererem ser paraenses ou morar no Pará, mas agiam “como um filho maltratado, como um filho deixado de lado em uma família, queriam chamar atenção dos governantes” para o fato de que, da mesma maneira que o governo tem obrigação com aqueles que moram mais próximos da capital “aqueles que moram mais distantes pagam impostos e têm o mesmo direito”.

“E é isto o que eu trago aqui hoje, a sinalização clara de que, daqui pra frente, nós criaremos uma cultura de governo em que todos nós, seja o governador, seja o vice-governador, seja cada servidor público tem por obrigação servir e estar próximo da nossa população”, disse o novo governador, enfatizando que dessa forma o Estado possa chegar a todos os municípios, dos mais próximos aos mais longínquos, ” que possa chegar onde tiver um paraense”.

Barbalho afirmou, ainda, que vai trabalhar a fim de melhorar a vida do povo do Pará. E para conseguir construir um novo tempo para o Estado, haverá de enfrentar e vencer “agendas históricas, expectativas que já ultrapassam gerações, para que efetivamente a qualidade de vida e a diversificação econômica do Pará possam ocorrer”.

E lançou um desafio a ele próprio, ao seu governo e à sociedade paraense: “Nós vamos enfrentar e vamos implantar o polo metal mecânico no sul e sudeste do Estado. Não há mais como convier em um Estado que se transformou na maior província mineral vendo as nossas riquezas partindo sem que isso represente distribuição de renda, sem que isso represente qualidade de vida e acesso a serviços e justiça social”.

Prometeu que irá liderar, lado a lado com a sociedade, iniciativas para que a verticalização mineral vire realidade; disse que a Hidrovia do Tocantins é outra prioridade estratégica para o Pará e que também vai lutar por ela: “Estarei atento para que o cronograma do início das obras do derrocamento do Pedral do Lourenção, em Itupiranga, possa efetivamente acontecer ainda no ano de 2019”.

Falou também no modal de escoamento ferroviário, que convive com o povo de Marabá, mas que muito pouco deixa para a região: “Precisa se interligar com o sistema ferroviário nacional, para que possamos interligar com o Porto de Vila do Conde e, efetivamente, garantir a integração multimodal que tornará o Pará mais competitivo, uma potência, seja na atividade minerária, seja na atividade do agronegócio”.

 “A atividade do agronegócio, seja nos grãos, seja na pecuária, contará com o meu apoio, com a minha orientação para que possamos desburocratizar o processo de licenciamento ambiental, dando celeridade e segurança jurídica para que as regiões se desenvolvam”, prometeu Helder Barbalho, cuja fala foi interrompida em vários momentos, com palavra de apoio e aplausos.

Por Eleuterio Gomes – Correspondente em Marabá

2 comentários em “Helder Barbalho toma posse em Marabá e promete muito trabalho pela região

  1. Oliveira Responder

    Agira sim,teremos paz, empregos e acima de tudo benefícios para o povo,pois o atual governador que tentou emplacar o candidato fantoche dele,q que inclusive foi apoiado pelo prefeito de Maraba e políticos da região, mas graças ao povo paraense sua intenção foi de águas abaixo.
    Todos os DAS e apoiadores do ex governador Tucanalha Jateve foram exonerados pelo governadir Helder, pois o motivo da instalação desse Centro integrado de governo em Marabá, era fazer política para o candidato fantoche dele e não para integrar a região.O que será diferente daqui para frente no governo do Hélder.

  2. Oliveira Responder

    G
    Hoje é dia de festa em todo o Pará, após duas décadas, nós paraense conseguimos libertar nosso Estado do pior governador do Estado do Pará dos últimos tempos o corrupto e cassado Tucanalha Jateve!
    Que você cuide do nosso Estado, governador Hélder!

Deixe seu comentário