Governo Darci reabre licitação para recuperar áreas verdes degradadas

Registro de preços, que ocorreria em março, foi suspenso pelo decreto municipal de situação de calamidade pública. Agora, data prevista para apreciação de propostas comerciais é dia 20.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O Blog do Zé Dudu apurou que a Semma pretende fazer faxina em logradouros, vias públicas, parques, praças e áreas de preservação permanente, de maneira a atender as necessidades da comunidade no tocante a meio ambiente e, também, à segurança pública, tendo em vista que matagal em excesso se torna esconderijo para ladrões. O plano é usar até R$ 2,53 milhões em ações preventivas e corretivas de reparação ambiental, na promoção do bem-estar dos parauapebenses.

Um levantamento da pasta revela que os serviços de poda que serão contratados vão ser úteis a 15 praças, cinco avenidas, três canteiros e uma ciclovia. Além disso, serão recuperadas 25 áreas verdes em diversos pontos da cidade, sobretudo no complexo Cidade Jardim. Os itens mais caros do pacote são quatro caminhões que, segundo a Semma, serão necessários para a empreitada. Os valores variam de R$ 338,5 mil para locação de um caminhão munck a R$ 445,8 mil para o empréstimo de um caminhão basculante.

Publicidade