Fundo falso de caminhão-baú escondia mais de 200 quilos de maconha

A carroceria externa maior que o espaço interno levantou suspeitas em agentes da PRF, que encontraram a droga no fundo falso do veículo
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Uma operação de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no município de Altamira, resultou na apreensão de uma carga de maconha com mais de 200 quilos. O motorista e um passageiro do veículo foram presos em flagrante. A carga tinha como destino uma cidade da região Nordeste do país.

Na manhã desta quinta-feira (19), inspetores que realizavam vistoria de rotina na balsa que faz travessia em Belo Monte desconfiaram da atitude de duas pessoas. A dupla estava em um caminhão-baú e, quando perguntados sobre a origem da viagem, os dois contaram versões diferentes, o que levou os policiais a realizarem uma vistoria minuciosa no veículo.

A primeira desconfiança recaiu sobre o tamanho da carroceria externa do caminhão em relação ao tamanho interno. A diferença foi confirmada com o emprego de uma fita métrica. “Além das histórias diferentes de ambos, o tamanho da carroceria nos levantou suspeitas,” contou o inspetor Jailson Silva.

Os agentes da PRF encontraram 190 tabletes de maconha, equivalente a mais de 200 quilos, ao remover o fundo falso da carroceria do caminhão. Diante da evidência, o motorista Márcio Orlan Silva de Jesus, 29 anos, que já tem passagem pela polícia por envolvimento em um crime de triplo homicídio em Manaus (AM), foi preso em flagrante, assim como o passageiro.Ele negou conhecer o conteúdo da carga e disse que recebeu o veículo na cidade de Santarém e teria de chegar a uma cidade da região Nordeste do Brasil. O caso foi remetido à Polícia Federal. Amostra do material foi encaminhada para o Centro de Perícias Renato Chaves. (Antonio Barroso)

Publicidade