Filho mata o próprio pai na zona rural de Ourilândia do Norte

O parricida, Pedro Amadeu Souza e Silva, disparou três tiros e aplicou uma facada em Amadeu Oliveira da Silva. A Polícia Civil procura o acusado, que fugiu após o crime
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Em Ourilândia do Norte, a Polícia Civil procura Pedro Amadeu Souza e Silva, 35 anos. Na manhã desta terça-feira (11), ele matou, com um tiro e três facadas, o próprio pai, Amadeu Oliveira da Silva, de 59 anos. O crime aconteceu em uma propriedade rural, entre os distritos de Campinho e Fogão Queimado.

O motivo do parricídio é desconhecido. O filho desnaturado fugiu logo após o crime. Uma faca foi encontrada na mão esquerda de Amadeu Oliveira.

Porém, a polícia acredita que a cena do crime foi alterada e a arma branca encontrada com a vítima não passa de uma tentativa de forjar um crime de legítima defesa. Ou seja, para dar a entender que matou o pai a fim de se defender de um ataque a faca.

A Polícia Civil aguarda o laudo do exame cadavérico, para saber que tipo de arma de fogo foi usada pelo suspeito. Nas redes sociais circula uma foto de Pedro Amadeu Souza e Silva, com o número (94) 99193-8504, pelo qual as autoridades devem ser comunicadas, caso o acusado seja avistado.

Por Eleuterio Gomes – de Marabá, com informações do repórter Jucelino Show, de Tucumã