Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Esporte

Estádio Olímpico Mangueirão é interditado para receber jogos no mês de janeiro

Apesar da interdição, a FPF mantém início do Parazão para o próximo final de semana

Em uma reunião realizada na tarde desta segunda-feira (14), no auditório da Federação Paraense de Futebol (FPF), que fica localizado na capital Belém, envolvendo a cúpula da FPF, a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e os representantes dos clubes que disputarão o Parazão, foi decido que o Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, será interditado, e a princípio, não receberá jogos durante o mês de janeiro. A informação foi repassada por Arlindo Silva, que é o titular da Seel.

O encontrou foi para debater a segurança nos estádios que vão receber os jogos do Campeonato Paraense de 2019. O auditório da FPF estava lotado e foi colocada toda a real situação do Mangueirão aos presentes. O diretor de competições da FPF, Paulo Romano, comunicou a decisão do Corpo de Bombeiros Militar, de que o estádio está temporariamente sem condições de receber qualquer atividade e será interditado. O Mangueirão vem recebendo atenção redobrada depois do episódio que aconteceu na semana passada, quando uma parte do teto do estádio desabou e o reboco caiu sobre assentos na arquibancada.

Apesar do Mangueirão ser interditado pelos órgãos de segurança, a FPF confirmou a 1ª rodada do Parazão para o próximo final de semana, dando algumas alternativas para a competição não ser adiada. A única partida que foi adiada até então, foi o jogo de estreia entre Remo e Tapajós, que estava marcado para domingo (20). A FPF vai marcar outra reunião para saber quando o Leão Azul poderá estrear de fato na competição estadual. Como ficou sem estádio para jogar, já que o Evandro Almeida, o Baenão, também está interditado, o Remo foi o clube que saiu mais prejudicado com a interdição do Mangueirão.

Veja também:  Parte do teto do Estádio Mangueirão desaba e preocupa às vésperas do Parazão

A FPF discutiu sobre algumas possibilidades de alterações na tabela com datas e adversários alterados. Uma das situações colocadas é de que o Remo faria os dois primeiros jogos fora de casa, com sua estreia contra o São Raimundo dia 26 de janeiro, no Estádio Jader Barbalho, o Barbalhão, em Santarém, e depois enfrentaria o Independente, no dia 31 de janeiro, no Estádio Navegantão, em Tucuruí. O Leão Azul faria o confronto contra o Tapajós, no dia 09 de fevereiro, possivelmente no Estádio Mangueirão, em Belém.

Os dois maiores clubes de futebol do Pará, Clube do Remo e Paysandu Sport Club, não concordaram com as sugestões da federação de alterar datas e jogos, principalmente a cúpula do Leão Azul, já que as possíveis soluções não agradaram o presidente azulino Fábio Bentes, que aguarda a liberação do Mangueirão ainda para o mês de janeiro. O Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, já vem recebendo reparos em sua estrutura danificada.

Por Fábio Relvas

Deixe uma resposta