Eleições 2010: Capanema será a primeira cidade paraense a ter eleição por sistema biométrico

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Os eleitores de Capanema serão os únicos no Estado do Pará que vão poder votar nas eleições gerais de 2010, através do sistema eleitoral biométrico, onde o leitor será identificado pelas digitais. O município do nordeste paraense foi um dos 51 escolhidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) porque 65% de sua população são eleitores e a maioria reside na área urbana ou em localidades rurais de fácil acesso. Capanema tem população estimada em 75 mil habitantes, sendo 45 mil eleitores.

A partir da próxima terça-feira, 15, até o dia 25 de janeiro, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) começará o recadastramento de todos os eleitores de Capanema, a fim de preparar o processo eleitoral no munícipio para as eleições que se realizarão em outubro de 2010. Ontem pela manhã, o presidente do TRE, desembargador João Maroja, apresentou os 46 kits bio, enviados pelo TSE ao Pará para o recadastramento dos eleitores de Capanema. Além de laptops para armazenar as informações dos eleitores, os kits contêm scanner, que serão utilizados para recolher as digitais dos eleitores e máquina fotográfica para fotografar todos os eleitores. Além de se identificar através da digital, quando o eleitor acessar a urna eletrônica preparada para o voto biométrico, a sua foto aparecerá no monitor da urna, uma forma de garantir a segurança do voto.

No total, o TSE disponibilizou R$ 182 mil para o recadastramento dos eleitores de Capanema. Segundo João Maroja, àqueles que moram em áreas distantes do centro do município, o TRE vai disponibilizar transporte para assegurar que todos os eleitores se recadastrem. Antes da eleição oficial, o TRE vai realizar eleições simuladas como testes entre os eleitores de Capanema para garantir o funcionamento adequado do sistema no dia do pleito em 2010.

O presidente do TRE acredita que no máximo em dez anos, todo o território nacional disporá do sistema biométrico no processo eleitoral, garantindo mais segurança para o eleitor na identificação. ‘Esse método inédito no processo eleitoral, dá segurança absoluta à identificação do eleitor. O próprio eleitor é responsável pela liberação da máquina quando vai votar. Isso acaba com qualquer possibilidade de um eleitor usar o título do outro para votar’, ressalta Maroja.

Nas eleições municipais de 2008, o sistema de biometria já foi utilizado pelo TSE em três municípios, um de Santa Catarina, um de Minas Gerais e outro de São Paulo. Em 2010, onze municípios da região Norte vão participar do novo processo eletrônico eleitoral, outras 32 cidades do Nordeste e mais outros municípios dos Estados de Minas Gerais, Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul.

O recadastramento em Capanema será obrigatório, realizado no Colégio São Pio X, a partir do dia 15 deste mês. Os eleitores terão que apresentar documento de identificação eleitoral (título de eleitor), comprovante de residência no município atualizado.

Fonte: O Liberal

Publicidade