É correto a participação da operadora Vivo e do Basa na campanha plebiscitária?

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Ainda em trânsito acabo de saber via celular que o jornal O Liberal teria noticiado declaraçãoes de apoio à campanha pelo não no plebiscito que ouvirá a população sobre a criação dos Estados de Carajás e Tapajós da empresa operadora de telefonia VIVO e do Banco da Amazônia S/A.

Sem entrar em detalhes, ate porque só a tarde poderei ler a notícia completa, quero deixar aqui somente uma pergunta: é justo uma empresa receber uma concessão pública para prestação de um serviço, arrecadar e depois usar parte desses lucros para apoiar campanha política, seja pra A ou B? Passo a mesma pergunta quanto ao BASA, que em nenhum momento de sua constituição recebeu o poder do povo paraense, seu legítimo dono , para ajudar politicamente A ou B.

Isso deve ser investigado, e, se não passar de delírio jornalísitco do Liberal ou de quem informou o blogger, deve ser tratado como crime. Voltarei ao assunto.

 

Publicidade