Parauapebas

DMTT estabelece regras para transporte alternativo em Parauapebas

Ação visa organizar trânsito nos locais de embarque de passageiros O Departamento Municipal de Trânsito e Transportes de Parauapebas celebrou um acordo com as cooperativas de vans que fazem o …

Ação visa organizar trânsito nos locais de embarque de passageiros

O Departamento Municipal de Trânsito e Transportes de Parauapebas celebrou um acordo com as cooperativas de vans que fazem o transporte coletivo da cidade, estabelecendo que a partir de janeiro deste ano os vanzeiros só podem parar e colher os passageiros nas paradas onde estacionam todos os coletivos. A medida, segundo o DMTT, se faz necessária para organizar o trânsito nas áreas de embarque e desembarque de passageiros.

Conforme Gomes Carvalho Filho, coordenador geral do Departamento Municipal de Trânsito de Parauapebas, o trabalho em conjunto com os vanzeiros está tendo uma grande aceitação, tanto pela classe dos transportadores, como pela população. "Os vanzeiros também estão colaborando e só apanham passageiros nas paradas sinalizadas, assim eles percorrem o percurso mais rápido, pois há menos paradas e economizam combustível", ressalta Gomes.

O coordenador enfatiza ainda os motoristas de transporte alternativo que insistem em não se adequar à regra, estão sendo notificados. Em Parauapebas, todas s paradas de vans situadas no centro da cidade já estão sinalizadas. Na periferia do município, algumas ainda estão em processo de finalização das pinturas.

Gomes diz que os abrigos das paradas também estão sendo providenciados, para um melhor conforto dos usuários do transporte.

Agentes do DMTT também estão fiscalizando as paradas, com a intenção de evitar que carros particulares estacionem nesses locais. Neste caso, segundo o DMTT, o veículo em questão estará sujeito a guincho. No tocante aos valores das multas pelas irregularidades, os proprietários de carros menores devem pagar R$ 50,20 e os donos de motocicletas têm que desembolsar a quantia de R$ 40,20.

Fonte: O Liberal

[ad code=2 align=center]

7 comentários em “DMTT estabelece regras para transporte alternativo em Parauapebas

  1. aparecida Responder

    gostaria de receber tudo que você puder me enviar à respeito da licitação e do andamento do transporte alternativo ai de Parauapebas.

    obrigado!

  2. L.Oliveira Responder

    SERIA MUITO BOM,SE O DMTT AUMENTASSE A FISCALIZAÇÃO NOS COLETIVOS QUE FAZEM AS SEGUITES TOTAS:RODOVIARIA,PREFEITURA E CIDADE JARDIM,POIS VAO LOTADO,PRINCIPALMENTE PELA MANHÃ, E É UMA DISPUTA DE QUEM PEGA MAIS PASSAGEIROS,AS PORTAS VÃO ABERTAS PODENDO CAUSAR ATÉ ACIDENTES,E QUANDOS NÓS PASSAGEIROS FALAMOS ALGUMA COISA,AINDA SOMOS HUMILHADOS.E SEM CONTAR QUE ALGUNS ANDAM ARMADOS COM FACAS.DEIXO MEU APELO.

  3. Eu Responder

    bom dia, é muito bom organizar o transporte coletivo.
    Mas tem vans que só estao parando nas paradas, se nao tiver outra vam atrás dele vendo que esta pegando passageiro fara das paradas, se for mulher nova eles param, se for idoso, homem , criança, eles não param.
    Fiz um percurso esses dias do Bairro Guanabara até o Bairro das Casas Populares, a van parou diversas dessa forma. E motorista até falou que os vanseiros que vê denuncia, mais se nao tiver outra van atras, ele para mesmo.
    Outro fato, e que eles ficam parados esperando os passageiro que ainda veem, lá no meio das quadras,que nem vai entrar, sendo que a van esta cheio de passageiro, e se a gente reclama recebe resposta desagradáveis e ofencivas.
    Quero saber a a quem DENUNCIAR, e como fazer, pois nos usuarios da vam, tambem devemos contribuir.

  4. Vicente Reis Responder

    A medida do DMTT é louvável e muito útil, mas regularizar paradas das vans, diz muito mais respeito ao trânsito como um todo, dando mais agilidade aos veículos, do que aos passageiros em si. As vans continuam sendo meios ineficientes e pouco seguros de trasnporte, levando pessoas em pé, sem a condição intrumental de fazê-lo. É preciso definir CLARAMENTE qual a lotação desses veículos. Não me parece certo que vans transportem pessoas em pé, pois desde a sua concepção, lá na fábrica, elas não foram pensadas pra isso. Poucos pontos de apoio, não têm acessibnilidade, para os portadores de necessidades especiais, etc… um acidente com uma van lotada (de pessoas em pé) se mostraria catastrófico.

    E transporte público não é apenas van. Os táxis e moto-táxis fazem o que querem com suas tarifas. Cobram pela cara do freguês. É preciso que o DMTT, como órgão regulador se pronuncie claramente também sobre isso. Afinal, QUANTO CUSTA uma corrida de moto? De onde até onde (outro absurdo, na minha opinião..)??

    E de táxi? Quanto é?

    O curioso é que desde que eu cheguei aqui, ouço que Parauapebas não comporta transporte coletivo de ônibus grandes, mas o que eu mais vejo são ônibus circulando (transporte particular de funcionários de empresas, etc..).

    Mas mesmo assim, o DMTT está de parabéns pela iniciativa. É um começo!

  5. Francinete Responder

    Acho positivo que o órgão de trânsito de Parauapebas começe realmente a estabelecer regras, mas as normas não se limitam somente a exigir que os vanzeiros parem nas paradas sinalizadas.
    O DMTT antes de qualquer responsabilidade deve ter o compromisso de exigir que a cidadania dos parauapebenses seja respaitada, e para isso é necessário uma ação INTERSETORIAL com outros órgãos da Prefeitura Municipal, como por exemplo, no que se refere ao direito das pessoas idosas e pessoas com deficiência e também nos casos em que temos que ouvir palavrões e músicas em alto volume, dentre outros derespeitos. O papel do DMTT não é somente um papel administrativo. PENSEM NISSO!

  6. juvenal Responder

    A regra inicial e boa, ja ajuda,mas falta muito pra que se organize o transporte coletivo de Parauapebas. vai ai algumas dicas
    1- qualificar melhor os conduteres, que uma grande maioria e de uma inrresponsabilidade inesplicavél. parecem que estao apostando corrida de vans e brincando com as vidas de seus passageiros.
    2- Os veiculos precisam passar por uma inspeçao rigorosa. tanto na area de segurança dos passageiros como na questão anbiental,nao e dificil ver trafegando nas ruas de nossa cidade verdadeiras sucatas, poluindo com suas descargas(maria fumaça perde).
    3- capacitar melhor os cobradores,que parecem uns loucos gritando com seus passageiros.nao respeitam idade sexo e cor.
    Espero que comentários assim possam ajudar as autoridades tomarem decisôes favoraveis a nossa população para melhorarmos nao so o transporte mas toda nossa cidade,, já e um bom começo!!! obrigado.

Deixe seu comentário