Dilúvio em Dom Eliseu faz Governo Federal reconhecer situação de emergência

Portaria reconhecendo situação de emergência foi publicada hoje. Cidade chegou a ser a mais chuvosa do Brasil no final de fevereiro, com 90 mm em 24 horas, água suficiente para dez dias
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Nesta quarta-feira (7), o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, publicou portaria reconhecendo a situação de emergência em Dom Eliseu, no sudeste do Pará, por conta do volume de chuvas que o município reportou em março. As informações foram levantadas pelo Blog do Zé Dudu, que observou documento de reconhecimento assinado ontem pelo secretário nacional de Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, e publicado hoje no Diário Oficial da União (DOU).

Além de Dom Eliseu, municípios do Amazonas, Ceará, Goiás, Minas Gerais e Mato Grosso também receberam chancela para decretação da situação de emergência, seja por chuvas intensas, seja por inundações de que tenham sido espécie. Em 22 de fevereiro, segundo levantou o Blog a partir de dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Dom Eliseu chegou a apresentar 90,2 milímetros de chuva em 24 horas, uma quantidade que normalmente chove em dez dias.

Agora, a Prefeitura de Dom Eliseu está autorizada legalmente a receber apoio emergencial da Defesa Civil nacional. Esse apoio, via MDR, é complementar à atuação do governo local. O auxílio pode ser solicitado sempre que necessário — inclusive em situações recorrentes, como é o caso de desastres ocasionados por seca ou chuvas intensas. O pacote de ajuda inclui recursos federais para ações de socorro, assistência, restabelecimento de serviços essenciais à população e recuperação de infraestruturas danificadas.

Confira a portaria aqui.