DEM expulsa deputado Rodrigo Maia por unanimidade

O ex-presidente da Câmara dos Deputados chamou os colegas de traidores durante o processo de sua sucessão na Casa
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Apesar de expulso do partido, o parlamentar não perderá o mandato

Continua depois da publicidade

Brasília – Reunião da Executiva Nacional do Democratas (DEM) nesta segunda-feira (14), por unanimidade, decidiu expulsar Rodrigo Maia (RJ) do partido. Pesou contra o deputado a acusação de infração disciplinar por ataques a integrantes da agremiação, em especial ao presidente, ACM Neto.

Numa nota curta na noite desta segunda, o partido informou que a decisão foi tomada após a garantia ao amplo direito de defesa de Maia, e que os membros da Executiva acompanharam o voto da relatora, deputada Professora Dorinha (DEM-TO).

Por unanimidade, a Executiva entendeu que Maia cometeu infração disciplinar.

O deputado rachou com o partido durante a sucessão para comandar a Câmara. O Democratas, depois de muito desgaste, optou por apoiar Arthur Lira, enquanto Maia apoiava a candidatura do deputado Baleia Rossi (MDB-SP).

Por ter sido expulso, Maia não perde o mandato. Ele chegou a se referir a Neto como um “baixinho que não tem caráter”.

Por Val-André Mutran – de Brasília