Com gol de Edson Cariús, Remo volta a vencer o Águia e avança para as semifinais do Parazão

O Leão Azul segue invicto e agora aguarda o vencedor do confronto entre Tuna e Itupiranga
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O Clube do Remo é o primeiro classificado para as semifinais do Campeonato Paraense de 2021. Atuando na noite desta terça-feira (4), o Leão Azul recebeu o Águia de Marabá e venceu, por 1 a 0, no Estádio Evandro Almeida, o Baenão, em Belém, pelo jogo de volta das quartas de final. No agregado, os azulinos fizeram 4 a 1 e agora aguardam o vencedor do confronto entre Tuna e Itupiranga.

O único gol da partida foi do atacante Edson Cariús, que assinalou aos 33 minutos do segundo tempo e garantiu a vitória, confirmando a classificação e deixando o Leão Azul invicto dentro do Parazão 2021.

O jogo: Leão primeiro classificado! 

A bola rolou debaixo de chuva no Baenão e com uma partida de forte marcação entre as equipes. O primeiro tempo foi bem acirrado e com poucas chances de gol para ambos os lados. O atacante Renan Gorne tentou abrir o placar para o Remo, mas mandou um chute por cima da meta do goleiro Gustavo Henrique. O Águia tentou marcar com Echeverría, quando o paraguaio recebeu na esquerda e chutou fraquinho para a defesa do goleiro Vinícius.

A grande chance do primeiro tempo foi quando Erick Flores fez boa jogada pela direita e tocou para Renan Gorne, mas o atacante azulino chutou por cima da meta aguiana. No segundo tempo, o Leão voltou com uma postura diferente. Felipe Gedoz cobrou falta da direita, Matheus Rosas desviou de cabeça e quase marcou contra, mas a bola foi para escanteio. O Águia chegou com Veraldo, que chutou e a bola chegou fácil para a defesa do goleiro Vinícius. 

O Remo chegou bem, quando Felipe Gedoz encontrou Wellington Silva na direita, que cruzou para Edson Cariús, o atacante remista se atirou e não conseguiu chegar na bola. Os azulinos pediram pênalti depois que Wellington Silva tocou para área e a bola bateu na coxa e no braço de Balão Marabá, mas o árbitro Rodolfo Toski Marques, da FIFA, mandou seguir. Wellington Silva tentou surpreender e chutou de longe; o goleiro Gustavo Henrique fez a defesa para o Águia.

O Leão Azul teve uma falta quase que frontal; Marlon cobrou e o goleiro Gustavo Henrique defendeu e mandou para escanteio. Felipe Gedoz cobrou escanteio e Fredson raspou de cabeça – a bola passou com perigo contra a meta adversária. Em mais uma tentativa azulina, Lucas Siqueira recebeu na esquerda e cruzou rasteiro para a finalização de Edson Cariús. O goleiro Gustavo Henrique fez milagre e salvou para escanteio.

Em lance parecido, Marlon recebeu na esquerda e cruzou para Edson Cariús, que desta vez não perdoou, aos 33 minutos, 1 a 0. Em uma bobeira da zaga remista, a bola sobrou para Matheus Rosa que chutou e ela passou raspando contra a meta do goleiro Vinícius. Edson Cariús estava querendo jogo e em mais uma tentativa, o atacante remista recebeu na esquerda e chutou, o goleiro defendeu e a zaga mandou para escanteio. Placar final: Remo 1 x 0 Águia.

FICHA TÉCNICA

REMO: Vinícius; Wellington Silva; Fredson (Vinícius Kiss), Rafael Jansen e Marlon (Thiago Ennes); Anderson Uchôa, Lucas Siqueira e Felipe Gedoz (Renan Oliveira); Dioguinho (Gabriel Lima), Erick Flores e Renan Gorne (Edson Cariús).
Técnico: Paulo Bonamigo

ÁGUIA: Gustavo Henrique; Bruno Limão, Guigui, Júnior Gaúcho e Fernandes (Tiago Félix); Balão Marabá, Matheus Rosas, Souza (Dudu) e Echeverría; Dé e Veraldo.
Técnico: João Galvão 

  • Árbitro: Rodolfo Toski Marques (FIFA)
  • Assistente 1: Guilherme Dias Camilo (FIFA)
  • Assistente 2: Rafael da Silva Alves (FIFA)
  • Quarta árbitra: Elaine da Silva Melo (CBF)
  • Cartões amarelos: Wellington Silva, Lucas Siqueira e Edson Cariús (Remo); Matheus Rosa, Dé e Júnior Gaúcho (Águia)
  • Gol: Edson Cariús, aos 33 minutos do 2° tempo para o Remo
  • Local: Estádio Evandro Almeida, o Banpará Baenão, em Belém 
Por Fábio Relvas
Publicidade