Clubes de futebol lamentam a queda de avião com presidente e jogadores do Palmas Futebol e Regatas

A equipe do Tocantins estava a caminho de Goiânia para o jogo diante do Vila Nova pela Copa Verde
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Avião explodiu após decolar

Continua depois da publicidade

Mais uma tragédia envolvendo uma queda de avião deixou o futebol brasileiro de luto. Na manhã deste domingo (24), por volta das 8h15, no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional (TO), uma aeronave  particular de pequeno porte caiu, momentos após decolar de uma pista de pouso, onde acabou atingindo o solo em um matagal. As seis pessoas que estavam no avião morreram na hora da queda.

Além do piloto Wagner Machado, o presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira, e mais quatro jogadores da equipe: Ranule Gomes (goleiro), Lucas Praxedes (lateral-esquerdo), Guilherme Noé (zagueiro) e Marcos Molinari (meio-campo). A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou em seu site oficial uma nota sobre o adiamento da partida entre Vila Nova e Palmas, que estava marcada para esta segunda-feira (25), às 16h, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o OBA, em Goiânia – partida que seria válida pelas oitavas de final da Copa Verde.

Infográfico da queda do avião

Assim que os clubes brasileiros souberam da notícia que rapidamente se espalhou pelas mídias sociais, surgiram várias demonstrações de solidariedade com o Palmas pelas redes oficiais das agremiações. Antes mesmo da CBF confirmar o adiamento da partida, o presidente do Vila Nova, Hugo Jorge Bravo, afirmou que não tinha como ter a partida: “Não existe clima para jogo”. As partidas deste domingo tiveram o seu minuto de silêncio em homenagem às vítimas da tragédia.

Uma grande parte dos times que estão na disputa do Campeonato Brasileiro das quatro divisões, e ainda os clubes da capital paraense, como o Clube do Remo, Paysandu Sport Club e Tuna Luso Brasileira, prestaram solidariedade ao ocorrido com o time do Palmas:

“O Clube do Remo lamenta profundamente o falecimento de atletas e presidente do @PalmasFutebol, que faleceram após queda de avião que transportava a delegação. Nossas sinceras condolências a todos os amigos, familiares e torcedores.#OReiDaAmazônia”

Tuíte publicado pelo Clube do Remo

“Lamentamos profundamente a tragédia aérea que causou a morte do presidente do Palmas-TO, Lucas Meira, e dos atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari e do piloto, comandante Wagner. Nossos sentimentos aos familiares, amigos e torcedores nesse momento de dor”.

Tuíte publicado pelo Paysandu Sport Club

“Meus sentimentos às Famílias e ao Palmas Futebol e Regatas. Vocês não estão sozinhos nessa Luta irmãos! E quantas viagens já fizemos em busca dos nossos sonhos? Quanto Livramento já nos deu o Senhor? O Futebol está de Luto…#DeusnoComando #jamaisserásóFutebol #ForçaPalmas”

Palavras de Robson Melo, técnico da Tuna Luso Brasileira, em seu Facebook

Confira ainda a nota oficial divulgada pelo Palmas Futebol e Regatas:

“O Palmas Futebol e Regatas vem por meio desta informar que por volta das 8h15 da manhã deste domingo, 24, ocorreu um acidente aéreo envolvendo o presidente do clube Lucas Meira, quando decolava para Goiânia, para a partida entre Vila Nova x Palmas nesta segunda, 25, válida pela Copa Verde. O avião em que Lucas estava junto com o comandante Wagner e os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, decolou e caiu no final da pista da Associação Tocantinense de Aviação. Lamentamos informar que não há sobreviventes. Neste momento de dor e consternação, o clube pede orações pelos familiares aos quais prestará os devidos apoios, e ressalta que no momento oportuno voltará a se pronunciar”.

Por Fábio Relvas