Castanhal vence e dispara na liderança e Paragominas estaciona em quarto na Série D

Líder e invicto, o Japiim derrotou o Fast (AM), enquanto que o Jacaré foi goleado pelo 4 de Julho (PI)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Castanhal é líder disparado na Série D (Foto: Jivalgo Lemos)

Continua depois da publicidade

Mais um final de semana movimentado para as equipes do Pará que disputam o Campeonato Brasileiro da Série D. Na tarde deste sábado (24), o Castanhal recebeu o Fast Clube (AM), no Estádio Maximino Porpino Filho, o Modelão, em Castanhal, pelo Grupo 1, enquanto que o Paragominas visitou do 4 de Julho (PI), na Arena Colorada, em Piripiri, pelo Grupo 2, ambas as partidas válidas pela oitava rodada da primeira fase.

Castanhal 2 x 1 Fast Clube

O Castanhal começou bem a partida e foi logo abrindo o placar. Pecel tocou para o meia Lukinha, que arriscou de fora da área e marcou um belo gol, aos dois minutos, 1 a 0. Só que o Fast Clube empatou rapidamente. Após lambança do zagueiro Cleberson, André Carlos roubou a bola e tocou para Jackie Chan marcar com tranquilidade, aos 10 minutos, 1 a 1. O Japiim não sentiu o gol de empate e quase marcou novamente, quando Lucas cruzou para Leandro Cearense, que desviou para fora.

O jogo era bom. Na tentativa do Rolo Compressor, assim chamado o time de Manaus, Bruno Sabino invadiu a área e chutou para a defesa do goleiro Axel Lopes. Em mais uma tentativa do time aurinegro, Pecel chutou cruzado e Leandro Cearense desviou, mas a bola passou por cima da meta do goleiro Iago Sales. Lukinha arriscou outro chute e o goleiro Iago Sales se atrapalhou, mas evitou o segundo do Castanhal mandando para escanteio.

Só que na cobrança de escanteio, a bola atravessou a área, passou pelo goleiro e o atacante Pecel chegou de cabeça para marcar, aos 35 minutos, 2 a 1 Castanhal. Logo em seguida, Pecel recebeu passe na frente, driblou o goleiro Iago Sales e chutou para marcar, mas a arbitragem assinalou impedimento, aos 38 minutos. Em um lance semelhante, Willian Fazendinha recebeu passe, tirou do goleiro e margou o gol, e outra vez a arbitragem deu impedimento, aos 39 minutos. OS jogadores do time paraense ficaram na bronca.

O time visitante tentou o empate com Marcelinho, que fez boa jogada e chutou cruzado para a defesa do goleiro Axel Lopes. Em outra tentativa do Fast, Pedro Paulo cruzou e o zagueiro Cleberson quase marcou gol contra, o goleiro Axel Lopes teve que se virar para salvar a escanteio. No segundo tempo, Pedro Paulo arriscou de longe e mandou para fora da meta da equipe paraense.

Os amazonenses foram para cima. Flamel tocou para Marcelinho que chutou, a bola desviou na zaga do Japiim e foi para escanteio. O Time do Fast questionou um pênalti, mas a arbitragem mandou seguir. O Castanhal tentou depois que Rony tocou para Willian Fazendinha, que chutou mal por cima da meta adversária. Lukinha também tentou marcar de longe e parou na defesa do goleiro Iago Sales.

O time aurinegro cresceu no jogo. Canga finalizou colocado e Iago Sales fez uma grande defesa. Em mais uma tentativa de Canga, o goleiro Iago Sales faz outra grande defesa no jogo. Só dava Japiim. Fidélis fez grande jogada individual e ficou de frente para marcar o terceiro, mas o chute saiu em cima do goleiro amazonense. Lukinha fez grande jogada individual e chutou, o goleiro Iago Sales defendeu, na sobra Canga tentou de cabeça e a bola ficou com o arqueiro outra vez.

Nos minutos finais, o Fast buscou o gol de empate. Flamel cobrou falta na área, a defesa afastou, a bola voltou para o mesmo Flamel que cruzou novamente, e Thiago Dantas finalizou mal, perdendo a chance do empate. Flávio arriscou de fora da área para o Japiim, a bola passou muito perto da meta do Fast. Na última chance da partida, Canga recebeu e chutou em cima do goleiro Iago Sales. Placar final: Castanhal 2 x 1 Fast Clube.

Com a vitória, o Castanhal segue líder isolado e invicto no Grupo 1 da Série D, agora somando 20 pontos, enquanto que o Fast Clube é o sexto com seis pontos. O Castanhal volta a campo contra o lanterna Atlético (AC), no próximo domingo (1°), às 18h, na Arena da Floresta, em Rio Branco, partida válida pela nona rodada da competição nacional.

4 de Julho 4 x 0 Paragominas

Logo aos seis minutos, o 4 de Julho abriu a contagem. Alex Mineiro se livrou da marcação e chutou no canto do goleiro Dida, 1 a 0. O Paragominas quase empatou, depois que Paulo de Tárcio finalizou e o zagueiro Marcelo salvou quase em cima da linha. Novamente o Jacaré chegou com Biro, que chutou de fora da área e a bola passou por cima da meta adversária. Em outra investida do time paraense, Paulo Rangel tocou para o xará Paulo de Tárcio, mas o goleiro Jailson saiu bem e fechou a sua meta.

Comemoração do time do 4 de Julho (Foto: Emanuele Madeira)

O PFC começou a gostar do jogo. Em uma tentativa de Aleílson, a bola acabou tocando na mão do atacante e a arbitragem parou a boa jogada do time paraense. Alex Mineiro tocou para Hiltinho, que chutou e mandou longe da meta do goleiro Dida. Aleílson cruzou para Edicleber, que tocou de cabeça para fora, outra chance do Paragominas. O 4 de Julho quase marcou o segundo, depois que Edy cobrou escanteio, Alex Mineiro desviou na primeira trave e o goleiro Dida fez um milagre e salvou.

As coisas se complicaram para o PFC, quando o atacante Aleílson usou o braço e atingiu o volante Rômulo, o árbitro mostrou cartão vermelho, deixando o Paragominas com um jogador a menos, aos 38 minutos. O time do Piauí quase ampliou com Zé Arthur, que chutou e parou na defesa do goleiro Dida. Em uma bola na área, Paulo Rangel desviou e o goleiro Jailson salvou o time da casa. Quase o gol de empate.

No segundo tempo, o Paragominas quase empatou. Leandro Cabecinha cruzou na área, Paulo de Tárcio cabeceou e Paulo Rangel não conseguiu chegar e a bola foi pela linha de fundo. Depois a coisa desandou para o Jacaré. Edy cruzou para Jânio Daniel marcar de cabeça, aos 33 minutos, 2 a 0 4 de Julho. O PFC perdeu as forças, mas ainda conseguiu chegar com Leandro Cabecinha, que arriscou, o goleiro Jailson defendeu e a bola ainda tocou na trave.

No lance seguinte, Edinaldo foi derrubado por Wellyson dentro da área, e o pênalti foi assinalado. Pica-Pau cobrou e marcou o terceiro do time piauiense, aos 47 minutos, 3 a 0. Para fechar a conta, em um contra-ataque fulminante, Rômulo ficou de frente, deixou o marcador sentado e chutou no ângulo do goleiro Dida, um golaço, aos 50 minutos. Placar final: 4 de Julho 4 x 0 Paragominas.

Com a goleada sofrida, o Paragominas segue estacionado com os seus nove pontos, e em quarto lugar dentro do Grupo 2, enquanto que o 4 de Julho assumiu a liderança, somando 17 pontos. O Paragominas volta a campo diante do Palmas (TO), no próximo domingo (1°), às 16h, na Arena Verde, em Paragominas, duelo válido pela nona rodada da competição nacional.

Por Fábio Relvas / Fotos: Emanuele Madeira e Jivalgo Lemos