Canaã dos Carajás perde agência dos Correios

População terá que buscar atendimento no município vizinho, Parauapebas. Situação gerou indignação em moradores

Continua depois da publicidade

A partir do dia 15 de abril, os Correios encerrarão suas atividades no município de Canaã dos Carajás. De acordo com o aviso fixado na porta da agência, os serviços serão realizados pela agência do município vizinho, Parauapebas.

A cidade, que ostenta orçamento milionário – a receita prevista é de quase R$ 1,8 bilhão para 2022 –, não conseguiu impedir o fechamento da agência, que representa muito mais que um serviço de entrega de correspondência. Para boa parte da população, a extinção da unidade trará prejuízos para a cidade. 

Nas redes sociais e grupos de WhatsApp, a reclamação foi geral. “Canaã tá sendo rebaixada a um nível menor que vila, e o povo se sente impotente. O que podemos fazer? Nada. Cadê quem pode defender o povo, o que vão fazer? Estaremos esperando essa resposta,” indignou-se um internauta.

“Isso é estarrecedor, um serviço básico que a cidade de Canaã já não tinha como deveria e agora não vai ter de forma alguma. É lamentável para uma cidade do porte financeiro de Canaã,” pontuou outra pessoa.

Além da entrega de encomendas, os Correios também funcionam como banco postal, emissor de documentos, entre outros serviços. No comércio, donos de pequenos negócios e os próprios consumidores passaram a utilizar mais os Correios para receber produtos de compras online, potencializadas na pandemia.

Privatização

O Ministério das Comunicações realiza, no próximo dia 24, audiência pública virtual para apresentar a proposta de contrato da Concessão do Serviço Postal Universal, com o objetivo de “prestar informações ao público, bem como receber sugestões e contribuições ao processo de desestatização dos Correios”.

1 comentário em “Canaã dos Carajás perde agência dos Correios

  1. ALEXANDRE ALBUQUERQUE OLIVEIRA Responder

    Claro, com uma administração onde quem manda é Roberto Andrade, e vários secretários preocupados apenas em enriquecer ilicitamente, seria diferente? Não! Mas tem pessoas achando que o dinheiro publico é deles.. Podem fazerem o que quiserem, inclusive licitações com várias empresas combinando preço entre si para por fim pagar “taxa de retorno” aos “camaradas…” A conta vai chegar…

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: