Campanha em rede social busca ajudar donos da lanchonete que pegou fogo em Canaã

A suspeita é que um curto circuito possa ter provocado o incêndio. O prejuízo pode ultrapassar os R$ 100 mil
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A campanha na rede social começou logo após o incêndio que destruiu a Lanchonete Alto Astral, localizada na Avenida Wayne Cavalcante, em Canaã dos Carajás, neste domingo, 10. A ideia partiu de um grupo de amigas de Aline Ribeiro, filha da proprietária da lanchonete, Doralice da Silva Souza.

O incêndio começou perto do meio dia. Uma fumaça que saia de dentro da lanchonete chamou atenção de quem passava pelo local. Rapidamente o fogo se espalhou. Os bombeiros chegaram em poucos minutos. Foi preciso quebrar a porta de vidro para apagar o fogo. De acordo com o Corpo de Bombeiros a suspeita é que um curto circuito possa ter provocado o incêndio.

Doralice Souza, mais conhecida como Alice, disse que foi avisada do incêndio por uma sobrinha, mas quando chegou ao local, o fogo já havia destruído tudo. “Perdemos tudo que estava lá dentro. Tudo que investimos durante todos esses anos. O incêndio também atingiu parte do prédio ao lado, da loja de celulares”, contou Alice.

A lanchonete Alto Astral funcionava há 10 anos no prédio alugado. Por causa da falta de clientes, o estabelecimento não funcionava aos domingos. “Por causa dessa pandemia, o movimento estava fraco, principalmente aos domingos. Não compensava abrir”. Alice também contou que essa semana, se preparava para mudar de prédio. “Nós compramos o ponto ao lado e investimos o que tínhamos para sair do aluguel. Se soubéssemos que enfrentaríamos essa crise, a gente não tinha comprado o ponto”, lamentou Alice.

A comerciante acredita que o prejuízo pode chegar a R$ 150 mil reais. Além dos bens que perdeu como fogão, geladeira, freezer, microondas, liquidificador, batedeira e entre outros objetos, também vai arcar com a reforma das duas lojas. A esperança está na campanha de doação. “Nesse momento difícil, a gente tem visto muita solidariedade. Já ganhei microondas. Uma pessoa nos doou tintas. É nessas horas que a gente vê que tem muita gente fazendo o bem”, comentou.

A Associação Comercial, Agropastoril e Industrial de Canaã também vai entrar na corrente de solidariedade. A ACIACCA informou que vai realizar uma campanha para ajudar as duas empresas atingidas pelo incêndio.

Doação:

Banco do Brasil

Agência: 4153-x Conta Corrente: 14424-x

Titular: Doralice Da Silva Souza

Caixa Econômica

Agência: 4399 Operação: 013

Conta Poupança: 188-4

Titular: Aline Ribeiro da Silva